Mostra vai encerrar jornada do ‘Cordel na Sala de Aula’

Por - em 64

A Secretaria de Educação e Cultura (Sedec) encerra nesta quinta-feira (31), a jornada do projeto ‘Cordel na Sala de Aula’. O evento acontece às 15h, na Escola Municipal Aylton Cavalcanti, localizada na Rua João de Brito, no bairro de Mandacaru, reunindo toda a comunidade escolar envolvida no projeto.

Na programação de encerramento acontecerá exposição dos cordéis produzidos pelos alunos, recitais de cordéis tradicionais que foram utilizados nas salas de aula, e ainda apresentação de manifestações folclóricas encenadas pela comunidade do bairro de Mandacaru.

Nas praças – O projeto ‘Cordel na Sala de Aula’ iniciou suas atividades em maio deste ano, com objetivo de despertar o interesse do professor e dos alunos pela cultura popular, como forma de valorizar a memória coletiva. Durante o mês de agosto foi realizada uma jornada de apresentações, que levou para as praças de João Pessoa as experiências vivenciadas em sala de aula com utilização da literatura do cordel como instrumento pedagógico. Participaram da atividade as escolas municipais Tharcila Barbosa da Franca, Leônidas Santiago, José Novais, Zulmira de Novais, Antonio Santos Coelho, José Peregrino de Carvalho, Fenelon Câmara e a Aylton Cavalcanti, que encerrará essa etapa do projeto.

“O mais interessante do projeto foi não somente levar a cultura popular através da literatura de cordel para as salas de aula, mas proporcionar as experiências vivenciadas dentro das escolas para toda a comunidade, tendo as praças como palco principal”, completou Maria Laura de Albuquerque, coordenadora do projeto.

Para Aparecida Brito, diretora da Escola Municipal José Peregrino de Carvalho, do bairro Ilha do Bispo, as atividades realizadas vêm sendo bem recebidas por todas as turmas da escola. “Tivemos a oportunidade de apresentar o cordel como objeto literário, cultural e de comunicação popular. Além disso, descobrimos dentro das salas de aula grandes talentos e estamos incentivando-os a realizarem produções nessa área”, comentou.

O projeto não encerra suas atividades com o fim da jornada. A próxima etapa buscará incentivar os novos cordelistas descobertos dentro das escolas municipais, por meio da publicação dos cordéis produzidos. A publicação será no dia 30 de novembro, no auditório do Centro Administrativo Municipal (CAM), no bairro de Água Fria.