Movimento Nacional Mães pela Igualdade promove ato público neste domingo

Por - em 203

O movimento nacional Mães Pela Igualdade realiza neste domingo, (25) no Busto de Tamandaré, um ato público para sensibilizar as famílias de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transgênero (LGBT) a se manifestarem em favor do respeito à diversidade, igualdade de direitos e amor aos filhos. O evento, que conta com o apoio da Secretaria Extraordinária de Políticas para as Mulheres (SEPPM) de João Pessoa, terá início às 8h, com um café da manhã.

Promovido pela ONG Maria Quitéria, que apóia o movimento em João Pessoa, o ato também tem o objetivo de estimular a criação de um grupo de mães na Capital. “Nós conhecemos o trabalho iniciado por Eleonora Pereira, que teve o filho assassinado em 2010, em Pernambuco, e ficamos interessados em mostrar esse trabalho aqui, que também registra casos sérios de violência contra LGBTs”, contextualizou a presidente da ONG, Marli Joaquim Soares.

Histórico – O movimento Mães pela Igualdade surgiu em novembro de 2010, após o brutal assassinato de José Ricardo Pereira, em uma via pública de Recife (PE). Com a morte do filho, Eleonora Pereira encaminhou para vários estados um chamamento às mães de LGBTs em que dizia: “Queremos mães que não tenha vergonha de assumirem a homossexualidade dos seus filhos, e que não tenha vergonha de dizer que é mãe de LGBT”.

O objetivo do movimento é fomentar a ideia de que há vários modelos de família e defender valores como o respeito à diversidade, igualdade de direitos humanos e fraternidade. Atualmente, o movimento está presente em 11 Estados e Distrito Federal.

Além da SEPPM, o ato público do próximo domingo também conta com o apoio da Coordenadoria da Cidadania LGBT e Igualdade Racial da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP).

Contatos para entrevistas:

Larissa Claro (assessoria de imprensa da SPPM): 8826-6137

Marli Joaquim Soares (presidente da ONG Maria Quitéria): 8775-6555