Mulheres ganham Conselho eEmpreender libera R$ 340 mil

Por - em 71

Mais de 200 pessoas, sendo 70 mulheres, foram beneficiadas pela 33ª liberação de recursos do Programa Municipal de Apoio aos Pequenos Negócios (Empreender-JP). O número representa um financiamento geral de, aproximadamente, R$ 340 mil. A solenidade aconteceu no auditório do Centro Administrativo Municipal (CAM), em Água Fria. Na ocasião, titulares e suplentes do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM) foram empossadas. O evento contou com a presença do prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho (PSB), que também assinou o II Plano Nacional de Políticas Públicas para as Mulheres.

O financiamento do Empreender-JP pode ser utilizado para reforma ou ampliação de um pequeno negócio. Só as mulheres contempladas desta vez representam investimento de R$ 117 mil. Quando referiu-se ao programa de microcrédito, Ricardo Coutinho lembrou que a iniciativa também trabalha os princípios de igualdade de gênero.

“É como se entregássemos a ‘vara de pesca’. Porque estimulamos a autonomia financeira tanto de homens como de mulheres”, comparou, ao ressaltar a importância da capacitação.“Um dos detalhes mais importantes é que blindamos o programa. Ninguém, nem mesmo o prefeito, favorece alguém porque é amigo. Todos os meses é um investimento de R$ 300 mil a R$ 400 mil na microeconomia. Estamos desenvolvendo a cadeia produtiva de baixo para cima, ou seja, a partir do mais pobre. A inadimplência é de apenas 4%”, observou.

Nos três anos de existência do programa municipal até esta sexta-feira (14), foram concedidos 4.628 empréstimos num total R$ 8.991.280,56 repassados a pequenos empreendedores. Do total de beneficiários, quase 65% são mulheres mantenedoras do lar. Desse montante geral empregado, R$ 6.2881.339,13 foram oriundos de recursos do Empreender-JP, enquanto R$ 2.881.339,13 vieram dos programas federais Pronaf, Proger e Cooperfat.

Para a mulher – Durante a solenidade, Ricardo Coutinho também comparou a criação da linha de financiamento especial para mulheres – Empreender Mulher – com as inúmeras ações do governo aplicadas em diversos setores e voltadas às questões de gênero. Já sobre a assinatura do II Plano Nacional de Políticas Públicas para as Mulheres e a posse das conselheiras, o prefeito ressaltou que o dia 14 de março simboliza muito mais que uma simples data.

“Marcamos esse mês não apenas como uma comemoração. É um mês de luta em prol da igualdade entre homens e mulheres. Precisamos implantar serviços de apoio permanente, porque a luta precisa continuar independente de gestão”, disse.

Novo rumo – Rosa Ana de Oliveira, 37, é uma das beneficiárias da 33ª liberação de financiamentos do Empreender-JP e está cadastrada na Coordenadoria de Políticas Públicas para as Mulheres. Para ela, o Empreender-JP vai oferecer novos rumos ao negócio que vem desenvolvendo. “Já vendo sandálias, jóias, cosméticos e moda íntima como sacoleira. Agora, com o benefício, vou construir um armarinho em casa mesmo. Minha renda deverá melhorar uns 40%”, afirmou.

Outro beneficiário do Empreender-JP nessa liberação é Sérgio Silva. Ele quitou o primeiro empréstimo e acessou agora o crédito pela segunda. “É bastante importante frisar que, desde quando comecei, só venho conseguindo sucesso. Com a capacitação que recebemos, aprendemos realmente a ser empreendedores”, destacou.

Casa abrigo – A coordenadora da CPPM, Douraci Vieira, lembrou que uma das próximas ações da Prefeitura é tentar viabilizar a instalação de um espaço para abrigar mulheres vítimas de violência. A iniciativa está contida no II Plano Nacional de Políticas Públicas para as Mulheres. “Já solicitamos audiência com representantes do Governo do Estado para discutir a construção da ‘Casa Abrigo para Mulheres Vítimas de Violência’. Queremos discutir as propostas de enfrentamento e vermos a possibilidade de fazer um pacto”, anunciou.

Posse paritária – As conselheiras empossadas na manhã desta sexta-feira, que representam a sociedade civil no Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, são as seguintes: Elaine Maurício Bezerrra (Centro da Mulher 8 de Março); Maria de Lourdes Meira Cabral (União Brasileira de Mulheres); Luciana Cândido Barbosa (Cunh㠖 Coletivo Feminista); e Terlúcia Maria da Silva (Organização das Mulheres Negras Brasileiras).

Para representar o Governo Municipal no CMDM foram empossadas a coordenadora da CPPM, Douraci Vieira (pelo Gabinete do Prefeito); Ana de Lourdes Souza de Oliveira Alxandria, Ivanilda Gomes de Mello e Aurineide Gonçalves de Vasconcelos. Além desses nomes, há ainda oito suplentes, sendo quatro do poder público e a mesma quantidade da sociedade civil organizada.

Além do prefeito Ricardo Coutinho, também fizeram parte da mesa da solenidade o secretário de Desenvolvimento Sustentável da Produção (Sedesp), Raimundo Nunes Pereira; a coordenadora do Orçamento Democrático, Sandra Marrocos; a representante do Centro da Mulher 8 de Março, Valquíria Alencar e o vereador Tavinho Santos (PTB).