Mulheres são homenageadas na Roda de Diálogo sobre racismo

Por - em 52

Oito mulheres foram homenageadas na Roda de Diálogo que debateu “Mulheres na Luta contra o Racismo” na tarde de segunda-feira (29), no Casarão 34 – Centro, como parte da programação do Mês da Consciência Negra. A atividade foi promovida pelas Secretarias de Desenvolvimento Social (Sedes) e de Políticas Públicas para as Mulheres (SPPM) e reuniu representantes do Movimento Negro e de Mulheres, além de integrantes das religiões de matriz africana.

“É muito bom estar neste lugar que dá visibilidade às mulheres que lutam contra a discriminação racista. E principalmente ter a oportunidade de vê-las sendo homenageadas”, disse Terlúcia Silva, integrante da Bamidelê – Organização de Mulheres Negras.

Este é o segundo ano que a Prefeitura de João Pessoa (PMJP) homenageia mulheres negras que contribuem com a luta pela eliminação de toda forma de discriminação. As homenageadas este ano foram mulheres jovens indicadas por entidades que trabalham com a promoção dos Direitos Humanos. “Estou muito feliz pela homenagem com as jovens que fizeram parte de minha vida nos movimentos da juventude negra. Sou negra sim e tenho muito orgulho disso”, disse a homenageada Ceiça Teófanes.

A Secretária de Políticas Públicas para as Mulheres, Nézia Gomes, disse que homenagear essas mulheres é um reconhecimento das que lutam contra toda forma de discriminação contra a mulher. “Esse foco com a juventude é para dizer que elas estão no caminho certo na luta contra a discriminação e que é fundamental para nós fazer reconhecer a história dessas mulheres”, disse a Secretária.

Perfil das homenageadas

REGINA ALVES – Educadora popular, ativista negra, dançarina e psicóloga. A dança afro deu movimento à sua militância pela igualdade racial. Juntamente com outras lideranças jovens, vem fortalecendo espaços de diálogo na Articulação de Juventude Negra da Paraíba.

GLEICY ALVES – Jovem negra da comunidade quilombola de Gurugi, no Conde. Militante dos movimentos sociais, firme na luta contra a discriminação racial, fez parte do grupo Renascer e atualmente integra o colegiado territorial da zona da mata sul.

ANDILA NAHUSI – Percussionista e cantora, desde criança vivencia a cultura afrobrasileira. Enquanto atriz, participou dos espetáculos ‘De Grão em Grão’ e ‘Brasilis’, do Grupo de Teatro Popular.

JANIELLE SAMARA – Jovem e estudante do 8º ano, gosta de música e dança. É Candoblecista e participa da Rede Tradicional Mulheres do Terreiro. Foi eleita a Menina Negra 2010 da Escola Municipal Profº Oscar de Castro.

GERLANE BERNADO – Aluna do Projovem urbano, artesã e mãe. Jovem negra com uma história de superação contra o racismo, violência sexual e doméstica. Atualmente participa de um grupo de cultura que perpassa por diversas linguagens e expressões.

DANDARA – Jovem negra graduada em Serviço Social que atua como educadora social da Bamidelê – Organização de Mulheres Negras na Paraíba. Tem apenas 21 anos e um longo histórico de militância, defesa e promoção da mulher negra.

ALESSANDRA ARAÚJO – Graduada em História, feminista negra e integrante da Bamidelê – Organização de Mulheres Negras na Paraíba. Ativista no Movimento Negro, com atuação nos movimentos sociais na luta contra o racismo, o sexismo e a intolerância religiosa.

CEIÇA TEÓFANES – Assistente Social, feminista, ativista do movimento negro de juventude. Militou na área de Saúde Gênero, Cidadania, Juventude Negra. Foi educadora Social no Centro Cultural Bajò Ayò e assumiu a coordenação do Projeto “Cata Aqui Cata Acolá”. Atualmente é Assessora Técnica do Orçamento Democrático.