Muriçocas: show de frevo, circo e folia, nesta quarta

Por - em 25

Está tudo pronto para começar um espetáculo de frevo, circo e folia do Bloco Muriçocas do Miramar, segundo seus organizadores a maior agremiação de arrasto em prévias carnavalescas do Brasil. Palhaços, pernas-de-pau, malabaristas, acrobatas e trapezistas arrumam o picadeiro e nove trios elétricos já se enfileiram na Avenida Epitácio Pessoa (‘Via Muriçocas’), em João Pessoa.

O trânsito mudou. É chegada a tão esperada ‘quarta-feira de fogo’ e com ela a expectativa de que mais de 300 mil muriçocas-foliãs venham bater asas e voar ao som do Mestre Fuba, Diana Miranda, Antonio Nóbrega, Dadá Venceslau, Orquestra Parahyba Pop, Regina Brown, Gracinha Teles, Orquestra Metalúrgica Filipéia, além das baterias das escolas de samba Malandros do Morro e Império do Samba.

Como já é praxe, este ano uma nuvem colorida vai ‘zumbir’ alegria pela madrugada adentro e uma multidão de ‘muriçocas’ descerá a enladeirada Epitácio Pessoa até desembocar no Busto de Tamandaré, na orla da Capital paraibana.

A saída – A concentração está marcada para as 19h desta quarta-feira (18) e a saída dos estandartes que dá início ao desfile do bloco acontece logo após o show pirotécnico, pontualmente às 22h, da Rua José Liberato, no bairro do Miramar, passando pela Tito Silva e entrando na Epitácio Pessoa, quando começam a se movimentar os trios seguindo em direção à praia de Tambaú ao encontro da anfitriã-mor, a muriçoca gigante que mede 20 metros de altura.

Para este ano, a organização do bloco vai transformar a ‘Vila Folia’ em uma espécie de picadeiro. A homenagem da noite será para o circo. Para garantir a magia das artes circenses na avenida, serão instalados quatro mini-palcos na Epitácio Pessoa, exclusivos para apresentações de artistas de circo, além de toda a decoração que envolve o percurso.

Outros quatro mini-palcos, também na Epitácio Pessoa, serão ocupados pelas orquestras de frevo. Em nove trios elétricos, além da grande atração da noite – Antônio Nóbrega –, se apresentam músicos e bandas da cena musical paraibana em todo em seu ecletismo.

Segurança – De acordo com a Polícia Militar, para garantir a segurança dos foliões, além do efetivo da Capital, policiais de cidades do interior virão fortalecer as estratégias de atuação em todo o percurso. O reforço se dará também com os profissionais do Corpo de Bombeiros.

Somada à segurança proporcionada por policiais militares e civis, a direção do bloco informa que também contratou uma empresa privada para a assegurar tranquilidade à festa, que contará com 300 homens a mais.

Saúde – Também serão instalados três postos de atendimento do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu), que irá disponibilizar 52 profissionais para o desfile do bloco. Ao todo serão disponibilizadas dez ambulâncias, sendo oito do Samu, duas da parceria Muriçocas/Hospital Residência e duas viaturas de resgate do Corpo de Bombeiros.

Esses veículos ficarão baseados na Praça das Muriçocas, Posto 99, Rua do Capim (ao lado do Pão de Açúcar), ruas Monteiro Lobato e Antonio Lira, na Unidade Médica das Praias (próximo ao Mercado de Artesanato de Tambaú) e no posto da Polícia Militar.

Recomendações – A organização do bloco apela aos moradores da área de percurso do desfile que não obstruam as ruas onde estarão as ambulâncias, para facilitar a passagem desses veículos em casos de urgência. Aos foliões, a principal dica é que não cometam excessos alcoólicos e sempre que possível brinquem em grupos; não passem trotes para o Samu, pois isso é crime e dá prisão; no caso de acidente, procurem o Serviço Móvel, pois os profissionais de plantão não ouvem o trio chamando.

O bloco Muriçocas do Miramar tem o patrocínio da Eletrobrás e Chesf por intermédio da Lei de Incentivo à Cultura (Lei Roaunet), do Ministério da Cultura, e conta com o apoio da Prefeitura de João Pessoa (PMJP) e Governo da Paraíba.

Trios – A ordem de desfile dos nove trios elétricos nesta ‘quarta-feira de fogo’ será a seguinte: Metrô (com Fuba), Balada (Diana Miranda), Oxigênio (Antônio Nóbrega), Raça (Dadá Venceslau), Gladiador (Orquestra Parahyba Pop e Regina Brown), Xaxá (Gracinha Teles), Treme Terra (Ala Ursa), Selva Nua (Banda Daprazê), Arerê (Beto e Banda Movimento). Além dos trios, a Cia. de Teatro-Circo Lua Crescente fará apresentações circenses nos mini-palcos e a Orquestra Metalúrgica Filipéia tocará no palco principal.