Música, literatura, teatro e dança no Circuito das Praças, deste sábado

Por - em 196

No Circuito Cultural das Praças deste sábado (10) tem apresentações de dança com o grupo Lapinha de Jesus e Itamira Barbosa, o som do pop rock das bandas Imaginantes, Squizopop e Ofício 4, o autêntico forró pé de serra com o trio Chameguinho do Forró, o reggae paraibano de raiz da banda Pedecoco, o estilo multifacetado do músico Lucas Salles, além da comédia “A Farsa do Poder”, do grupo de teatro Osfodidário e do espetáculo “Poesia Falada”, do cordelista Armando Fernandes.

Realizado pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio da sua Fundação Cultural (Funjope), em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), o circuito tem o objetivo de incentivar e valorizar a diversidade cultural e o trabalho dos artistas paraibanos. Ele é realizado de forma permanente em diversos bairros da Capital e as atrações são selecionadas através de edital público.

Semanalmente também se apresentam nas praças artistas convidados da Sedes. Neste sábado, terá apresentação da banda de reggae Positivação, na praça Nossa Senhora da Paz (Castelo Branco), do grupo de dança Elementos de Rua, na praça Soares Madruga (Valentina), do DJ Rodrigo, na praça das Mangueiras (Alto do Mateus) e do repentista Beta. Ao todo serão 14 atrações em 10 praças de João Pessoa.

Estação Cabo Branco – Ainda na programação do Circuito das Praças deste final de semana estão os corais Sons do Céu e São Francisco das Chagas, a partir das 17h30, deste domingo (11), na Estação Cabo Branco. As apresentações fazem parte do projeto Cantata Natalina, no qual se apresentam alunos de escolas municipais com repertório exclusivo de músicas que fazem referência ao Natal.

Castelo Branco – O grupo Lapinha Jesus de Nazaré é a atração da praça Nossa Senhora da Paz (Cultura), a partir das 19h. A apresentação ressalta a cultura popular com danças folclóricas e a tradicional disputa entre o cordão azul contra o cordão encarnado. Com mais de 50 anos de existência, o grupo é composto por 17 integrantes e coordenado por José Maciel de Souza. Segundo ele, na lapinha, as pastoras formam duas alas, uma puxada pelo Anjo e outra pelo Guia, com a Cigana atrás, entre as duas, e dançam e cantam anunciando suas jornadas. Animando o cordão encarnado e o azul, estão os rapazes, que tocam o violão, o cavaquinho e o pandeiro.

Manaíra – O espetáculo “É tempo de dançar”, coordenado pela dançarina Itamira Barbosa, será a atração da Praça Alcides Carneiro, a partir das 17h.

Bessa – Um reggae paraibano, temperado com baião, coco, maracatu, mpb, blues, jazz e rock and roll, essa é a característica musical da banda Pedecoco, que se apresenta a partir das 19h, na praça do Caju. Formada por Xyco Vasconcelos (bateria), Fernanda Bronzeado (escaleta, flauta transversal e vocal), Pedro Pazera (guitarra e voz), David Moreira (voz, guitarra base e gaita), Pedro Regada (percussão), Marcos Vinícius (guitarra) e Jeann Bin (baixo), desde 2007, a banda apresenta um show com músicas 100% autorais, que buscam propagar mensagens de paz e igualdade, enfatizam problemas sociais, além de exaltar a natureza e outros valores que andam na corda bamba da moral.

Padre Zé – Na praça da Conquista a vez é o teatro. A partir das 19h, estará em cartaz a comédia “A Farsa do Poder”. O enredo conta uma história divertida que se passa numa pequena cidade do interior, onde o prefeito e o delegado têm seu poder ameaçado por uma autoridade maior. Quem tira vantagem da situação é o poeta popular Ferreirinha que aproveita para conquistar seu grande amor Das Dores e reformar o cabaré de Malvarosa.

O espetáculo é encenado pelos atores Daniel Porpino, Thardelly Lima, Dudha Moreira e Fabíola Morais que integram o grupo “Osfodidário”. O texto é uma adaptação da obra de Racine Santos, dramaturgo natural do Rio Grande do Norte, e supervisão da professora universitária Christina Streva já que se trata do projeto final do grupo no Curso de Especialização em Representação Teatral da UFPB.

Funcionários I – A banda Imaginantes se apresenta a partir das 19h, na praça Lauro Wanderley. Com forte influência do rock nacional dos anos 80 e 90, o show promete mesclar músicas de autoria própria com o cover de outros artistas. O grupo formado por Cleber Vital (voz e violão), Antonio Lira (voz), Elder Morais (baixo), Marcio Costa (guitarras) e Tony (bateria), aposta na criatividade, romantismo e irreverência.

Jaguaribe – Na praça Aquiles Leal, a noite é de poesia. A partir das 19h, o poeta e cordelista Armando Fernandes apresenta o espetáculo “Poesia Falada”, no qual recita cordéis de própria autoria.

Funcionários II – Na praça Bela, a partir das 19h, o músico Lucas Salles apresenta o show do seu novo CD “Gestos”, no qual trabalha a linha da mistura de ritmos. O primeiro trabalho solo do artista, que fazia parte do grupo Dasbandas da Parahyba, foi produzido pelo músico e amigo, Alex Madureira, com a participação de Chico Corrêa. Jackson do Pandeiro, Rosil Cavalcanti, Zé da Luz, Luiz Gonzaga, Biliu de Campina, entre outros grandes nomes da música paraibana e nordestina são as influências do cantor que mistura ritmos como rock, baião, forró, embolada, coco e xote.

Gerváio Maia – A atração da praça da Esperança é a banda Oficio 4, a partir das 19h. Formada por Danilo Cavalcante (Vocal), Eduardo Medeiros (Guitarra), Filipe Carvalho (Guitarra), Marcello Moysés (Bateria) e Ricardo Júnior (Baixo e Backing Vocal), o grupo apresenta um estilo musical voltado pro rock e pop/rock. No repertório do show estão músicas que fazem e fizeram sucesso em várias épocas como Raúl Seixas, Capital Inicial, Mamonas Assassinas, CPM22, Guns N´Roses, Bon Jovi e Nirvana.

Valentina – Os moradores do Valentina vão curtir a noite de sábado (11) ao som do pop rock da banda paraibana Squizopop, a partir das 19h, na praça Soares Madruga. Nas músicas, a banda retrata o universo suburbano dos jovens, principalmente aqueles que se sentem trancafiados na realidade opressora das cidades provincianas – sem descartar motivos literários ou outros contextos relativos à juventude e suas inquietações. A capacidade de criar e recriar a partir de estéticas diversificadas e paradoxais faz parte do mundo do grupo formado por Ikaro Maxx (guitarra, ruídos e vocal), Pablo Giorgio (guitarra, ruídos e vocal), Rafael Spitfire (baixo, ruídos e voz) e Rodolf Lahm (bateria e voz).

Alto do Mateus – O fim de tarde na praça das Mangueiras promete muito ‘arrasta pé’. O trio de forró pé de serra Chameguinho do Forró se apresenta a partir das 17h. Formado há 15 anos por Well da Paraíba (na sanfona), Gilberto Lima (no triângulo e voz) e Carlinhos Mosquito (na zabumba e voz), o grupo já lançou CDs com músicas de grandes nomes da música nordestina como Luiz Gonzaga e Dominguinhos.

Confira abaixo a programação:

– Estação Cabo Branco – 17h30 – domingo (11)

Coral Sons do Céu e São Francisco de Assis (música)

– Castelo Branco (praça da Cultura) – 19h

Lapinha Jesus de Nazaré (dança)

Convidado da Sedes: Banda Positivação (música)

– Manaíra (praça Alcides Carneiro) – 17h

Itamira Barbosa – “É tempo de dançar” (dança)

– Bessa (praça do Caju) – 19h

Banda Pedecoco (música)

– Padre Zé (praça da Conquista) – 19h

Grupo Osfididário – “A Farsa do Poder” (teatro)

– Funcionários I (praça Lauro Wanderley) – 19h

Banda Imaginantes (música)

– Jaguaribe (praça Aquiles Leal) – 19h

Armando Fernandes – “Poesia Falada” (literatura)

Convidado da Sedes: Beta Repentista (Música)

– Funcionários II (praça Bela) – 19h

Lucas Salles – “Gestos” (música)

– Gervásio Maia (praça da Esperança) – 19h

Banda Ofício 4 (música)

– Valentina (praça Soares Madruga) – 19h

Banda Squizopop (música)

Convidado da Sedes – Grupo Elementos de Rua (dança)

– Alto do Mateus – 17h

Chameguinho do Forró (música)

Convidado da Sedes: DJ Rodrigo