Músicos do Festival Internacional de Música Clássica se rendem aos encantos e belezas de João Pessoa

Por Max Oliveira - em 344

Os concertos noturnos do Festival Internacional de Música Clássica de João Pessoa se encerram nesta sexta-feira (30), na Igreja do Carmo, às 18h, e na Igreja de São Francisco, às 20h. Na programação, o público poderá conferir performances belíssimas de grandes compositores do gênero, executadas por alguns dos melhores músicos do mundo na atualidade, como o argentino Marcelo Nisinman, o russo Mikhail Zemtsov, a ucraniana Sasha Grynyuk, entre outros.

O Festival Internacional de Música Clássica é realizado pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio de sua Fundação Cultural (Funjope). Há praticamente uma semana, o evento vem lotando igrejas do Centro Histórico da Capital e proporcionando uma experiência musical enriquecedora para o público. Entre os músicos, esse sentimento não é diferente, como destaca o argentino Marcelo Nisinman, que toca bandoneon.

“É um público muito afetivo e lindo, que nos aplaude durante os concertos e dá muito carinho depois. O Festival é como um ponto de encontro onde a gente tem a oportunidade de conhecer pessoas e tocar com músicos de vários lugares, realmente uma experiência incrível”, disse o músico que confessa que se rendeu aos encantos e as belezas da Capital paraibana. “Sim, uma cidade belíssima, tranquila e acolhedora. Amei o forró, que é genuíno do Nordeste, uma música cheia de ritmo que me encantou”, afirmou.

Quem também disse que se rendeu a beleza de João Pessoa foi a mexicana Dana Zemtsov, que tocou ao lado do seu pai, Mikhail Zemtsov, durante o concerto na Igreja do Carmo, nesta quinta-feira (29). “É muito lindo estar aqui, está sendo uma semana mágica. As igrejas são belíssimas, a cidade é um encanto, as pessoas muito carinhosas. João Pessoa está realmente de parabéns, tanto pela realização do Festival, como pela beleza do lugar”, afirmou a jovem solista de sucesso mundial.

Em seu penúltimo dia de concertos, a Igreja de São Francisco, mais uma vez, ficou com ocupação máxima. O concerto da noite reuniu os argentinos Humberto Ridolfi (violino) e Marcelo Nisinman (bandoneon), a holandesa Aveline Kraayenhof (violoncelo) e a ucraniana Sasha Grynyuk (piano). A plateia reagiu com entusiasmo as performances. “Mais uma noite mágica, que vai ficar de recordação no meu coração. João Pessoa é uma cidade incrível e seu povo é maravilhoso”, disse o violinista Humberto Ridolfi.

Em tom de despedida, a estudante Ana Maria Beltrão disse que o Festival representa uma conquista para João Pessoa e, ao mesmo tempo, um compromisso. “A Prefeitura de João Pessoa está de parabéns por realizar o Festival, eu já estou falando um pouco triste porque já está acabando. Eu vim a todos os concertos e já penso no próximo ano, porque eu acredito que a Prefeitura vai continuar realizando todos os anos”, afirmou.

Programação – A programação completa e todas as informações do evento realizado pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio da sua Fundação Cultural (Funjope), estão disponíveis no site: http://musicaclassica.joaopessoa.pb.gov.br/.