‘Néctar do Groove’ leva muito suingue ao palco do Música do Mundo

Por - em 19

A música instrumental invadiu as areias da Praia de Tambaú nesta terça-feira (25), Dia de Natal. Na primeira noite do Festival Música do Mundo’, o saxofone afinado com o suingue da percussão da banda ‘Néctar do Groove’’, marcou o show de abertura, que também teve a apresentação da ‘Big Band da Escola de Música Toque de Vida’ (Emtoque), que relembrou os embalos dos antigos bailes, emocionando o público presente que dançou de rostinho colado sob a luz da lua cheia e a brisa do mar.

O evento faz parte da programação de fim de ano ‘Natal e Réveillon – João Pessoa melhor a cada ano’, da Prefeitura Municipal (PMPJ), por intermédio da sua Fundação Cultural (Funjope). Até domingo (30), grandes nomes da música instrumental brasileira, a exemplo de Nelson Faria e Gilson Peranzzeta, ‘Trio Medeiros’ e ‘Azymuth’, se apresentarão gratuitamente para moradores e visitantes da Capital.

Para Débora Vieira, 41, residente do bairro de Água Fria, a cidade de João Pessoa está passando por um momento de transição importante para sua cultura. “Quem poderia imaginar tanta gente vindo à praia para ouvir música instrumental?”, indagou. “A cidade está mudando e isso tem reflexo no comportamento das pessoas. Esa noite está sendo muito especial para mim”, comemorou.

Já para Sandra Regina, da cidade Maceió, são projetos como o Festival ‘Música do Mundo’, que a fazem vir visitar a Capital. “Ano passado eu vim passar as festas de fim de ano com meus familiares e me encantei com movimentação de João Pessoa nesse período. Se depender de mim eu não perderei mais nenhum ano”, disse.

‘Néctar do Groove’
– A principal atração da noite, a banda ‘Néctar de Groove’ é bastante conhecida na atual cena musical de João Pessoa, tendo surgido em 2006, durante uma canja no lendário bar ‘Território’. A partir daí, a banda começou a experimentar e aperfeiçoar o som instrumental, resultando em uma mistura de jazz, funk e afrobeat, apoiada nas raízes da música nordestina.

Além de composições próprias como ‘Afrojam’, ‘Terra’ e ‘Rosa’, o repertório incluiu alguns clássicos de grandes mestres da ‘word music’, a exemplo de Manu Dibango e Eumir Deodato. A banda é formada pelo saxofonista Stephan Thomas Bühler; Orlando Freitas, no baixo; Victor Ramalho, na bateria e percussão, e Peter Bühler na percussão e sons eletrônicos.

‘Toque de Vida’
– Nasceu no bairro de Jaguaribe e subiu ao palco com 27 músicos dos 200 integrantes que compõem a escola, entre professores e alunos. O grupo apresentou um repertório de estilo variado e ritmos ecléticos, encerrando a noite com clássicos populares nacionais e internacionais, passeando também por Villa Lobos, Tom Jobim, Chiquinha Gonzaga, entre outros.