Nova temporada das Oficinas Culturais começa nesta segunda

Por - em 44

A nova temporada das Oficinas Culturais da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), através da Fundação Cultura (Funjope), começa nesta segunda-feira (2) e para realizar dos últimos ajustes na programação e logística do projeto os ministrantes selecionados se reuniram nesta quinta-feira (28), na Sala Funjope. Na ocasião, foi exibido o documentário ‘Memórias do Futuro – Oficinas Culturais da Funjope’, que tem 47 minutos de duração e retrata a prática das oficinas no ano de 2010.

A partir desta segunda-feira (2), 60 entidades localizadas em 39 bairros recebem o novo pacote de oficinas, um projeto resultante de um diálogo permanente entre a Funjope e entidades comunitárias que desenvolvem um trabalho cultural e social na Capital. As inscrições serão realizadas nos locais onde irão acontecer as oficinas.

O diretor Executivo da Funjope, Milton Dornellas disse que a Fundação Cultural e a PMJP está “estabelecendo um diálogo honesto, direto e transparente com os oficineiros e a comunidade e estou convencido que iremos avançar muito mais nesse processo de construção coletiva”, afirmou.

A oficineira Cláudia Lima, que vai ministrar oficina de contação de história com um viés no resgate das tradições orais, falou da expectativa para o início dos trabalhos. “O meu desejo é conseguir trabalhar a memória e a identidade cultural junto com os participantes, com foco na história individual e coletiva, neste processo de construção de cidadania. Nesta oficina, vamos explorar a literatura afro brasileira e indígena, esta última pouco trabalhada ainda. Estas linguagens têm uma forte ligação com a formação cidadã”.

Segundo a assessora pedagógica da Funjope, Déa Limieira, o projeto das Oficinas Culturais abrange diferentes aspectos. “Mantendo contato e reconhecendo a importância dos trabalhos realizados nos bairros, a Funjope foi amadurecendo as ideias a partir do entendimento relacionado ao cumprimento do seu papel, no que diz respeito à democratização da cultura, compreendendo que a construção de políticas públicas implica em ações sistemáticas que contemplem a cidade como um todo, com sua diversidade cultural”, disse.

Formação Cultural – O projeto das Oficinas Culturais, desenvolvido pela Funjope, nasceu em 2006 a partir de demandas pontuais de diversas entidades que, preocupadas com uma formação cultural, solicitavam o apoio da Fundação para o fortalecimento das suas ações. Nesse contexto, a Funjope passou a convidar profissionais, e contratá-los para atuarem nesses espaços, realizando oficinas com o objetivo de potencializar a cultura presente em diversos lugares da cidade.

No sentido de tornar o acesso às oficinas culturais o mais abrangente possível, a Fundação Cultural de João Pessoa tem construído uma articulação com lideranças comunitárias, entidades e com setores da gestão municipal, a exemplo do Orçamento Democrático, e, gradativamente, vem ampliando o seu raio de ação.

Confira a lista das oficinas, oficineiros, locais e contatos