Obra da Unidade de Pronto Atendimento está em fase de finalização

Por - em 26

As obras de construção da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), em Manaíra, estão em fase de finalização, mas a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) vai entregar mais duas unidades até 2012, sendo uma em Oitizeiro e outra no Valentina. Os investimentos superam a marca de R$ 6 milhões.

O diretor de obras da secretaria de Infraestrutura (Seinfra), Joaquim Almeida, afirma que toda a estrutura do prédio em Manaíra já está pronta, a exemplo das salas, das instalações elétricas e da caixa d’água, e que as obras estão sendo finalizadas na parte externa do prédio. “Nós vamos concluir a pavimentação da área externa, como o estacionamento, e depois a secretaria de Desenvolvimento Urbano vai realizar a jardinagem da unidade”, diz ele.

Joaquim Almeida assegura que os serviços já estão adiantados e, que, em breve, o prédio será entregue à secretaria Municipal de Saúde (SMS). Contudo, ele ressalta que a realização de obras em época de chuvas está sujeita ao impedimento do serviço, dependendo das condições climáticas, o que gera atrasos na entrega.

De acordo com ele, o orçamento da obra é de R$ 2,150 milhões e a realização é da empresa Vertical Engenharia, que ganhou a licitação para realizar a construção da UPA. Segundo a diretora da Atenção à Saúde da SMS, Tâmara Guedes, as novas UPAs intensificarão a qualidade no atendimento às urgências em João Pessoa e garantirão que um maior número de pessoas tenha o atendimento de urgência assegurado.

USF – Tâmara Guedes informa que os serviços de saúde serão intensificados com a construção de 26 novas Unidades de Saúde da Família (USF) até 2012. O benefício fará com que sejam adequadas 36 Equipes de Saúde da Família (ESF), beneficiando aproximadamente 36 mil famílias. Os investimentos da PMJP nestas obras devem ser de R$ 8 milhões.

Do total de USFs, seis estão em fase inicial de projeto e devem ser entregues ainda este ano. Conforme a engenheira responsável pelas obras, Wilma Brandão, a Seinfra está trabalhando na procura por imóveis para que as unidades sejam construídas. “As UPAs vão ser implantadas nos bairros do Cristo, Castelo Branco, Bessa, Valentina e Cuiá, que vai ter uma unidade na Quadra 39 e outra na Quadra 65”, diz a engenheira.

De acordo com Wilma Brandão, as maiores unidades serão as do Cristo e do Valentina, cada uma com capacidade de comportar três ESFs, com o trabalho de médicos, enfermeiros, odontólogos e psicólogos. A do Bessa terá uma equipe e as do Castelo Branco e Cuiá, duas equipes, cada. Todas as unidades passarão por renovações estruturais e receberão novos equipamentos.