Obras do Ponto de Cem Réis são inauguradas por Ricardo Coutinho

Por - em 128

As reformas da Praça Vidal de Negreiros, conhecida popularmente como Ponto de Cem Réis, foram inauguradas nesta terça-feira (4) pelo prefeito Ricardo Coutinho. A solenidade contou com as presenças de centenas de pessoas, religiosos, vereadores da Capital e de familiares do ex-prefeito Damásio Franca e do músico Livardo Alves, ambos homeageados pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP).

O músico Livador Alves foi homeageado com uma estátua de bronze em tamanho natural. O ex-prefeito Damásio Franca, que realizou a última intervenção no local, teve sua obra valorizada pelo projeto da Prefeitura. Familiares dos homenageados destacaram a importância de preservação do patrimônio histórico da cidade pela Prefeitura.

Em seu discurso, o prefeito Ricardo Coutinho falou que estava satisfeito em acompanhar as mudanças que vêm ocorrendo na cidade de João Pessoa. “ Esta é uma luta iniciada 2005: devolver os espaços públicos à cidade e a seus habitantes. Me refiro as calçadas, as praças e outros ambientes. É fundamental que a população tenha de volta este espaço que é de convergência. Um lugar que interliga as duas partes da cidade, a antiga e a mais nova. Esta praça é importante para toda a cidade e não só para quem mora aqui, no Centro. Da forma em que a colocamos agora, é possível vislumbrar todos os prédios, as belezas da praça” afirmou.

Ricardo Coutinho disse que outras 21 inaugurações irão ocorrer durante todo o mês de agosto, em comemoração aos 424 anos de história de João Pessoa. “Uma dessas inaugurações é a do Mercado Central, a qual o povo clamava. Vamos devolver a estima e fazer com que todos tenham orgulho daquele lugar. As pessoas percebem as novas praças, as calçadas que fizemos. O que era de uso de poucos tornou-se de acesso de todos”, declarou.

O secretário de Infraestrutura, João Azevedo, falou sobre o projeto de revitalização do Centro Histórico. Ele referiu-se especificamente a avenida Duque de Caxias. “Estamos com o projeto pronto e que vai transformar essa avenida. Em breve, daremos início a revitalização. Isso sem falar nas obras em andamento como a da praça a Venâncio Neiva, a da rua Padre Meira e do parque Solon de Lucena”, confirmou.

Resgate histórico – Para quem estuda a história da Paraíba e da cidade, como é o caso do historiador José Otávio Arruda Melo, a revitalização do Centro Histórico significa a devolução do espaço aos moradores. De acordo com o historiados, um espaço que havia sido ‘confiscado’ pelo regime militar. “Este lugar é importante politicamente, era um lugar de discussões, comícios. Talvez por isso, durante a ditadura, houve a necessidade de fazer uma intervenção, disse José Otávio.

Outro que aprovou a reforma da praça Vidal de Negreiros foi o aposentado João Soares, de 70 anos. Ele lembrou que a marginalidade sempre estava presente na praça antes da reforma. “Antes não tínhamos segurança, porque aqui, era ocupado por muitos marginais. É muito importante para nós, está muito bonita, está bom para ser visitada’, comentou.