Obras no calçadão da Duque de Caxias estão na reta final

Por - em 48

As obras de restauração do calçadão da Duque de Caxias, no Centro Histórico de João Pessoa, estão na reta final. A previsão é de que todos aqueles que cultivam as tradições já possam desfrutar do novo visual da via no dia 1º de janeiro de 2011. A obra faz parte do Projeto de Recuperação das Calçadas do Centro Histórico da Capital e inclui os passeios públicos de 14 vias. A ação está sendo viabilizada pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP) por meio do Plano de Ações Integradas (PAI), com recursos de aproximadamente R$ 3 milhões.

No calçadão da Duque de Caxias está sendo concluída a colocação do piso intertravado nas cores vermelho, amarelo e cinza e implantada nova iluminação ornamental. A restauração inclui novos bancos, rampas e sinalização táctil. Com a reurbanização, o espaço estará integrado ao Ponto de Cem Réis, se tornando um dos maiores espaços públicos de circulação de pedestres da Capital.

O secretário de Infraestrutura (Seinfra), João Azevedo, informou que serão mais de 23 mil metros quadrados de calçadas restauradas, sendo que em algumas as intervenções são parciais e em outras no passeio completo. As intervenções de nove dos 14 itens do contrato estão praticamente concluídas, faltando apenas retoques e a pintura da sinalização nas rampas; outras três estão em execução e duas ainda vão ser iniciadas. “As intervenções provocaram a reorganização dos espaços públicos, liberando as calçadas para a livre circulação, além de possibilitar que a cidade se tornasse mais limpa e mais apresentável para os pessoenses e para os turistas”, disse.

Em todas as 14 vias o projeto prevê a construção de rampas de acesso, atendendo assim a Norma Brasileira – ABNT NBR 9050/2004, e a implantação da sinalização táctil para auxílio de pessoas portadoras de deficiência visual. A sinalização combina linguagem binária (alerta e direcional), que informa e direciona as pessoas em seus deslocamentos, formando trilhas com precisão e segurança, garantindo maior independência e segurança para que haja um fluxo adequado.

2º Etapa – O projeto para a segunda etapa, prevendo a restauração de mais uma série de vias, já foi elaborado. O projeto de Revitalização do Centro Histórico inclui também as obras da Lagoa do Parque Solon de Lucena, Pavilhão do Chá, Ponto de Cem Réis, Padre Meira, Viaduto Damásio Franca, Biblioteca Municipal, Conventinho e Centro Comercial de Serviço do Varadouro (CCSV).

Vias beneficiadas: (em negrito/concluídas)

1.Barão do Abiaí
2.Treze de Maio (trecho entre as ruas Padre Meira e Miguel Couto)
3.Visconde de Pelotas (entre as ruas Arthur Aquiles Leal e Gabriel Malagrida)
4.Padre Azevedo (entre as ruas Maciel Pinheiro e Beaurepaire Rohan)
5.Entorno do Centro de Comércio e Serviço do Varadouro (CCSV)
6.Tenente Retumba
7.Desembargador Feitosa Ventura
8.Aquiles Leal
9.Miguel Couto (entre as ruas Visconde de Pelotas e Diogo Velho)
10.Duque de Caxias (EM EXECUÇÃO)
11.Silva Jardim
12.Desembargador Souto Maior (EM EXECUÇÃO)
13.Maciel Pinheiro (entre a Rua Padre Azevedo e a Praça Antenor Navarro) (A INICIAR)
14.Eliseu César (A INICIAR)