Oficina discute formatação de produtos turísticos nesta sexta e sábado

Por - em 52

A implementação e o planejamento de caminhadas para a formatação de produtos de apelo turístico são temas da Oficina Nacional das Caminhadas da Natureza, que começou na manhã desta sexta-feira (31) e se encerra neste sábado (1º), na Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, em João Pessoa.

O evento é organizado pela Secretaria de Turismo (Setur) e conta com apoio do Ministério do Desenvolvimento Agrário, além de parcerias com a Federação da Agricultura e Pecuária da Paraíba (Faepa), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do Estado (Senar), Sesc Gravatá, Pnud e Ministério da Agricultura.

A programação inclui palestra de apresentação do ‘Caminhadas da Natureza’, debates e um circuito no Vale do Gramame, um dos produtos elaborados pela ONG Anda Brasil. O presidente desta entidade, Airton Violento, coordenou a primeira apresentação e durante o dia, outros Estados e cidades apresentam experiências positivas vivenciadas, como as que estão acontecendo, por exemplo, no Rio Grande do Norte, Paraná, Rio Grande do Norte e Espírito Santo.

Nesta sexta-feira, ainda está prevista a apresentação do planejamento das caminhadas para o próximo ano. A Paraíba tem hoje um roteiro que inclui 15 caminhadas em cidades como Cabaceiras, Taperoá e Boqueirão.

Para a oficina na Estação Ciência, a PMJP e o Ministério de Desenvolvimento Agrário viabilizaram 80 inscrições sem ônus para produtores e trabalhadores rurais que desejam implantar em seus municípios ou propriedades rurais a atividade “Caminhadas da Natureza”.

Aos participantes da oficina os organizadores garantiram material didático, camisetas, transportes em João Pessoa, espaço físico para realização do evento, equipamentos e eventos culturais. Demais despesas ficam por conta de cada entidade que se fizer presente.

Neste sábado (1º), às 8h, os participantes vão realizar atividade de campo no Circuito Vale do Gramame, em João Pessoa. Esses dez quilômetros de caminhada já fazem parte do ‘Programa Anda Brasil’, do Governo Federal. Naquela área, há três anos, é desenvolvido um roteiro para caminhadas no meio rural. O local foi escolhido, principalmente, por ter características compatíveis com o programa.

Os idealizadores desse roteiro também participam da Oficina Nacional das Caminhadas na Natureza como forma de capacitação dos profissionais envolvidos e melhoria dos roteiros no ambiente da Agricultura Familiar. Ao fim da caminhada, será feita uma avaliação do seminário e do roteiro executado, no Sesc Gravatá, no Valentina de Figueiredo.

Reconhecidas como esporte e lazer, as caminhadas são realizadas preferencialmente no campo, sendo ideais para promover o turismo rural, já que proporcionam bem-estar e contemplação da natureza, promovem a cultura local e podem gerar renda nas comunidades envolvidas, com o fornecimento de alimentação, hospedagem, artesanato, entre outros produtos típicos do campo.

As ‘Caminhadas na Natureza’ são estimuladas no País pelo Programa Nacional de Turismo Rural na Agricultura Familiar, do Ministério do Desenvolvimento Agrário, para promover o desenvolvimento local. Trata-se de uma oportunidade de interatividade entre a cidade e o campo.

O objetivo das caminhadas e do turismo rural é diversificar a oferta turística, estruturar esses destinos, ampliar e qualificar o mercado de trabalho e aumentar a taxa de permanência e gasto médio dos turistas para criar renda para as propriedades na agricultura familiar.

Serviço

Dia – 31
Hora – 9h
Local – Estação Cabo Branco

Dia – 1º de novembro
Hora – 8h
Local – saída do Sesc Gravatá