Oficina leva lições de reciclagem para 90 estudantes de escola da Capital

Por - em 55

Noventa alunos no Colégio Motiva, localizado em Tambaú, tiveram uma aula diferente nesta terça-feira (11). Eles deixaram as canetas, lápis, livros e cadernos de lado e usaram jornal, tesoura e cola para aprender a confeccionar objetos de decoração e utensílios a partir do reaproveitamento de material. A aula foi ministrada na própria escola por artesãos e artistas plásticos da Oficina de Artes da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur) e tem o objetivo de mostrar para os estudantes que nem tudo que se joga fora é lixo e ainda chamar atenção para a preservação do meio ambiente.

Os alunos foram divididos em quatro grandes grupos, sendo que cada um deles ficou sob a responsabilidade de um artesão da Emlur. Para os garotos foi repassada a técnica da cestaria, onde o jornal é cortado e dele são feitos canudinhos. Esse material é entrançado e começa a ser transformado em peças diversas. Dominando essa técnica é possível confeccionar vários objetos como jarros, cestas, vasos, móveis, cortinas, porta-lápis, porta-papel e brinquedos.

Durante as oficinas, os garotos se empenharam ao máximo para aprender a fazer as peças. Em um primeiro momento, confeccionaram os canudinhos de jornal e depois foram os usando para fazer cestinhas, porta-papel, cinzeiros, entre outros objetos. Toda a produção dos pequeninos será usada dentro do próprio colégio. O trabalho dos alunos também será exposto do período de 10 a 15 de setembro, na própria escola, durante a ‘Semana de Arte Cultura e Ciências’.

Segundo a coordenadora Pedagógica do Motiva, Thais Jussara Guedes, levar a Oficina de Arte da Emlur foi muito importante para escolas e alunos, porque nela é ensinado a transformar o lixo em objetos de decoração e ainda se mostra a importancia da preservação do meio ambiente. “O lixo é um problema não só da nossa cidade, mas também de todo o País. O Motiva se orgulha dessa parceria com a Emlur e de poder contribuir, através das nossas crianças, com essa luta de preservação do meio ambiente”, comentou.

Dentro do colégio Motiva já vem sendo realizada a coleta seletiva com coletores apropriados. Lá, também são desenvolvidos projetos voltados para a preservação do meio ambiente, a exemplo, do ‘Harmonia da Natureza’ e o ‘Saci e a Reciclagem do Lixo’. “Através da Emlur temos oportunidade de ter uma aprendizagem mais ampla sobre como reaproveitar e transformá-lo o lixo em objetos decorativos, melhorando assim o meio ambiente e contribuindo mais com a nossa saúde”, comentou a educadora.