Operação Verão melhora prestação de serviço e agrada consumidores

Por - em 51

A fiscalização em bares e restaurantes na orla de João Pessoa, realizada pela Operação Verão, melhora a prestação de serviço nos estabelecimentos e incentiva o turismo. A avaliação foi feita pelos próprios turistas e por representantes dos órgãos envolvidos na ação, como os Procons de João Pessoa e do Estado e a Vigilância Sanitária Municipal.

“Com o aumento do fluxo turístico, é importante que proprietários de bares, restaurantes e similares mantenham-se focados em sempre oferecer melhores serviços. Afinal, o turismo é um setor da economia crucial para o desenvolvimento do nosso Estado. E respeitando o turista, nós estaremos criando condições para que haja uma melhor divulgação, aumentando cada vez mais o número de visitantes”, destacou o secretário executivo do Procon-JP, Sandro Targino.

De acordo com ele, o trabalho de fiscalização foi intensificado este mês por causa do grande fluxo de turistas e dos próprios pessoenses na orla. No entanto, ações para garantir os direitos dos consumidores nesses estabelecimentos são feitas durante todo o ano. Exemplo disso, são as visitas em restaurantes e hotéis para verificar o cumprimento das leis que combatem o tabagismo e a venda de bebida alcoólica a adolescentes. Além disso, o direito à meia-entrada para estudantes e idosos também é conferido pelos fiscais do Procon-JP nas casas de shows da cidade.

O secretário de turismo da Capital, Francisco Linhares, afirmou que a cidade disponibiliza bons bares e restaurantes e que a fiscalização reforça a qualidade no atendimento. “É um trabalho relevante da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), através do Procon e da Vigilância Sanitária, para garantir qualidade do serviço prestado aos turistas e residentes da cidade que procuram esses estabelecimentos. Acredito que já temos bons equipamentos, mas esse acompanhamento é importante”, avaliou.

Francisco Linhares disse, ainda, que o trabalho é realizado num momento bastante adequado e mostra que a cidade está preocupada em receber bem os turistas. “A ação é importante porque tem caráter educativo e não está contra o setor, buscando punição, mas sim, promovendo seu fortalecimento, principalmente, para quem já presta um serviço de qualidade”, frisou o secretário de Turismo de João Pessoa.

Aprovação – Os turistas e os próprios pessoenses que frequentam os bares e restaurantes da orla da Capital afirmam que a fiscalização ajuda a melhorar o atendimento e a qualidade dos produtos oferecidos, principalmente, em alguns estabelecimentos que ainda possuem falhas.

Para o auditor fiscal que mora em Brasília, Junior Nicola, que veio passar uma semana com a família nas praias de João Pessoa, a prestação de serviço oferecida por uma cidade turística é decisiva para que quem vem de fora saia com vontade de retornar. Ele estava em um dos restaurantes, presenciou a ação das equipes de fiscalização e aprovou a iniciativa.

“Trabalho em área de fiscalização e sei da importância de um trabalho como esse, é sempre bem vindo. Alguns proprietários não gostam, mas são obrigados a melhorar o serviço que oferecem. Não é hábito nosso observar todos os nossos direitos e se há alguma coisa errada nos preços. Pode até ter algo errado na cozinha e não sabemos. É por isso que temos que contar com o apoio dos órgãos de fiscalização”, afirmou.

Quem também aprovou a ação foi a comerciante de João Pessoa, Francisca Pereira. “É a imagem da cidade que está em jogo. Quem vai a um bar quer ser bem tratado e voltar. Acho importante estarem verificando se a cobrança da taxa de serviço de 10% é opcional porque é até uma forma de protesto, porque se não formos bem atendidos a gente não paga”, disse.

Parceria – A Operação Verão é realizada desde o dia 12 em cidades do litoral paraibano em parceria pelos Procons do Estado e dos municípios envolvidos, como João pessoa, Cabedelo e Conde, que registram as maiores movimentações de turistas no período. Além da fiscalização nos estabelecimentos, as equipes envolvidas também fazem panfletagem e orientam os consumidores sobre seus direitos.

Para a secretária executiva do Procon Estadual, Klébia Ludgério, o trabalho realizado na Capital juntamente com o Procon de João Pessoa foi fundamental para o sucesso da fiscalização. “Procuramos fazer uma operação com a participação dos Procons municipais e, em João Pessoa, que concentra o maior número de turistas nessa época, o trabalho em equipe foi decisivo para garantir o direito dos consumidores”, afirmou.

Os fiscais dos Procons estão verificando o cumprimento das leis sobre o combate ao tabagismo nos estabelecimentos, o direito à meia-entrada, a disposição do Código de Defesa do Consumidor (CDC), a cobrança opcional da taxa de serviço de 10%, a proibição de venda de bebida alcoólica para pessoas com menos de 18 anos e precificação dos produtos e serviços. Já as equipes da Vigilância Sanitária, estão atentas às condições de higienização dos estabelecimentos.