Orquestra de Câmara e Grupo Sa grama se apresentam dia 25

Por - em 57

O Concerto de Natal da Orquestra de Câmara Cidade de João Pessoa (OCCJP) vai abrir a programação do final do ano nesta sexta-feira (25), a partir das 19h, em palco armado à beira-mar, em frente ao busto de Tamandaré, em Tambaú. O grupo Sa grama, que criou e gravou a trilha sonora original da microssérie “O Auto da Compadecida”, baseado no livro homônimo de Ariano Suassuna, será o convidado da noite. A realização é da Prefeitura de João Pessoa (PMJP), por meio da sua Fundação Cultural (Funjope).

No repertório da Orquestra de Câmara estão várias composições tradicionais do período natalino, a exemplo de “White Christmas”, de Irving Berlin (1888-1989), “Santa Claus is Coming to Town”, de J. Fred Coots (1897-1985) e Haven Gillespie (1888-1975). Para esta apresentação, os arranjos das duas músicas foram do maestro carioca Osman Gioia, que é o atual regente titular da Orquestra Sinfônica do Recife.

A performance da OCCJP continua com “A Christmas Festival”, do americano Leroy Anderson (1908-1975), e “We are the Word”, que é uma parceria de Michael Jackson (1958-2009) e Lionel Richie. Esta última música vai ganhar no Concerto de Natal os arranjos do maestro Rogério Borges.

Música erudita – Depois das quatro primeiras execuções da Orquestra de Câmara, o Grupo Sa grama sobe ao palco mostrando um trabalho baseado nas manifestações da cultura popular, com uma linguagem mais erudita. O público poderá ouvir “Presepada” (Sérgio Campelo/Cláudio Moura); “Caboclo de Orubᔠ(Dimas Sedícias); “Roi-couro” (Dimas Sedícias); “Banana Machucada” (Sérgio Campelo); “Batata Doce” (Sérgio Campelo); “Mundo do Lua” (pout pouri de Luiz Gonzaga).

O público que estiver na divisa das praias de Tambaú e Cabo Branco vai ser testemunha do encontro da Orquestra de Câmara e o Grupo Sa grama no palco. Juntos na noite de Natal, eles apresentarão “Louvação” e “Gajeiro”, ambas de Cláudio Moura; “Guerreiros do Além-mar” e “Severino” de Sérgio Campelo; “Boi Babá”, de Dimas Sedícias; além de “Uma Estrela Renasce no Céu”, “Camponeses” e “Vinde, Vinde, Moços e Velhos”, sendo essas três últimas de domínio público.

A Orquestra de Câmara vai se apresentar com 40 músicos com a regência do maestro Gustavo Ginés de Paco. Enquanto isso, o Sa grama tem a direção artística e os arranjos assinados por Sérgio Campelo (flauta). Também fazem parte da formação Frederica Bourgeois (flautas); Crisóstomo Santos (clarinetes); Cláudio Moura (co-direção, arranjos, violão e viola nordestina); Fábio Delicato (violão); João Pimenta (contrabaixo); Antônio Barreto (marimba, vibrafone e percussão); Tarcísio Resende (percussão); e Hugo Medeiros (percussão).

Sa grama – O Sa grama foi criado em 1995, no Conservatório Pernambucano de Música. A iniciativa foi do professor e flautista Sérgio Campelo. A proposta é trabalhar a música baseada nas manifestações de nossa cultura popular, com uma linguagem mais elaborada. O grupo é constituído por instrumentos acústicos.

A trilha sonora original da microssérie “O Auto da Compadecida”, criada pelo Sagrama e exibida na televisão aberta, com direção de Guel Arraes, foi recordista nacional na versão lançada nos cinemas em 2000. Através da Globo Filmes, o Sagrama gravou o primeiro videoclipe no formato 35mm. A direção geral também foi de Guel Arraes, com assistência do músico Lula Queiroga.

O Sa grama também foi criador da trilha sonora original do filme “O Brasil Império na Tv” (2002), das diretoras Fátima Accetti e Cynthia Falcão, com realização da Fundação Joaquim Nabuco, em parceria com o Ministério da Educação. Em 2003, o grupo desenvolveu trabalho semelhante para a Peça Teatral “Fernando e Isaura”, que é o primeiro romance do escritor Ariano Suassuna, adaptada pelo diretor Carlos Carvalho.

Em 2006, o Sa grama assinou a autoria de mais uma trilha sonora. Desta vez para a peça teatral “Histórias de além-mar”, da Companhia Muganga de Amsterdam-Holanda, da diretora Cláudia Maoli. O curriculum extenso inclui ainda sete trabalhos gravados.

OCCJP – A Orquestra de Câmara é um projeto iniciado em 2001, sob responsabilidade da Secretaria de Educação e Cultura de João Pessoa (Sedec). A idéia foi viabilizada por meio da antiga Lei Viva Cultura. O grupo se consolidou como um espaço de preparação artístico-profissional, especialmente para jovens na faixa etária de 16 a 25 anos.

Atualmente, Orquestra de Câmara está sob a responsabilidade da Funjope, participando ativamente da cena cultural da Capital. A sede da OCCJP fica no Casarão 34, que é uma unidade da Fundação Cultural de João Pessoa. O endereço é Praça Dom Adauto, nº 34, Centro de João Pessoa.

Música do Mundo – A programação do final do ano segue neste sábado (26), às 18h, também em frente ao busto de Tamandaré, com o projeto Música do Mundo. De 26 a 29 se apresentam no local atrações instrumentais locais e internacionais. Na lista estão Vitor Araújo e Rivotrill; Lanny Gordin; o argentino Chango Spasiuk; Heraldo do Monte; Pio Lobato e Mestre Vieira; além de outros artistas.

Confira a programação do projeto Música do Mundo, que começa neste sábado (26), ás 18h:

26 de dezembro (sábado)
Vitor Araújo e Rivotrill (PE)

27 de dezembro (domingo)
Lanny Gordin (SP)
Alex Madureira (PB)

28 de dezembro (segunda)
Chango Spasiuk (Argentina)
Luizinho calixto (PB)

29 de dezembro (terça)
Heraldo do Monte (PE)
Jr. Espínola (PB)

30 de dezembro (quarta)
Pio Lobato e Mestre Vieira (PA)
Washington Espínola (PB)