Orquestra de violões faz nova apresentação na Estação Ciência

Por - em 62

A Orquestra de Violões da Paraíba realiza nova apresentação neste domingo (18), às 18h, no auditório da Estação Cabo Branco Ciência, Cultura e Artes, localizada na avenida João Cirillo Silva, s/n, Altiplano Cabo Branco. A entrada é gratuita.

A orquestra é regida pela musicista Carla Santos. Recentemente a orquestra lançou CD inédito, intitulado “Orquestra de Violões Interpretando a Paraíba”. O CD foi gravado no período de setembro a dezembro do ano passado, no SG estúdio digital, na capital paraibana. Nesta apresentação a orquestra trará em seu repertório as músicas do novo álbum com arranjos e composições inéditas.

O disco é composto de 11 faixas com as seguintes composições: “Carcará II” (Erivan Araújo); “Ai que saudade d’ocê” (Vital Farias); “Frevo dos oito erros” (Cyran Costa); “Duas margens” (Chico César e Lúcio Lins); “Eu, tu e ele” (José Ilton Nunes); “No forró do Zé Doidiça” (Rogério Borges); “Feira de mangaio” (Sivuca e Glorinha Gadelha); “Sete cantigas pra voar” (Vital Farias); “Visitando o Recife” (Canhoto da Paraíba); “Contendo o chorro II” (Arimatéia de Melo); “Frebaião” (Rogério Borges). Os arranjos são assinados por Rogério Borges e Cyran Costa, respectivamente diretor musical e assistente da Orquestra de Violões da Paraíba.

Histórico – Criada em 1992 pelo maestro Gladson Carvalho, a Orquestra de Violões da Paraíba realizou concertos e deixou o trabalho desta primeira fase registrado em dois CDs, um destes títulos relançado pela Paulinas e vendido na Europa. Todavia, em 1997, a OVP foi desativada. Ficando sem atividades durante oito anos vindo a ser reativada sob a coordenação de Carla Santos e Cyran Costa, que integraram a orquestra desde sua criação.

A reestréia da Orquestra de Violões, em palcos paraibanos, aconteceu em 2007, quebrando com uma década de jejum. Atualmente a Orquestra de Violões possui 25 integrantes.

Carla Santos, a regente titular, atualmente é doutouranda em Música, na UFRGS. É mestre em música pela Campbellsvile University. Estudou regência com os professores Carlyne Waiss e Robert Gaddis, nos Estados Unidos.

Cyran Costa, regente assistente, é mestre em música pela Unicamp e bacharel em violão pela UFPB. Ele tem realizado pesquisas e concertos de música flamenca, além de compor trilhas para peças teatrais e cinema.

Rogério Borges, diretor musical, é bacharel em trompete pela UFPB e atualmente está cursando o mestrado em música pela Campbellsvile University. Estudou composição com os professores José Alberto Kaplan, Eli-Eri Moura e José Orlando.

SERVIÇO:

ORQUESTRA DE VIOLÕES DA PARAÍBA
Domingo (18) de outubro
Hora: 18h
Local: Auditório da Estação Cabo Branco, Ciência, Cultura e Artes – Av.: João Cirillo Silva, s/n, Altiplano Cabo Branco.
Entrada gratuita
Contato: Rogério Borges – 9981.9944 – 8875.3226