Palestra capacita pessoas envolvidas com Usina de Resíduos da Construção em JP

Por - em 46

Cerca de 250 pessoas participaram da palestra técnica ‘Gestão dos Resíduos da Construção Civil’, realizada nesta sexta-feira (24) no auditório do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon-JP), em João Pessoa. O evento foi promovido pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP), através da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur) e da Secretaria Executiva de Ciência e Tecnologia (Secitec). A atividade contou ainda com o apoio do Sinduscon, Sindicato dos Engenheiros no Estado da Paraíba (Senge) e do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia da Paraíba (Crea-PB).

A palestra teve a finalidade de capacitar as pessoas que trabalharão diretamente com a Usina de Beneficiamento dos Resíduos da Construção Civil e Demolição (Usiben) e com aquelas envolvidas no processo de construção. O empreendimento, instalado na Capital pela PMJP, está funcionando em fase experimental e servirá para transformar ‘metralha’ em matéria prima destinada à construção de casas populares e pavimentação de vias.

Gestão de resíduos –
O palestrante do evento foi o doutor em Engenharia pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, Tarcísio de Paula Pinto. Ele levou informações aos participantes sobre resíduos sólidos, acondicionamento desse material, legislação existente sobre o assunto e aplicabilidade do material beneficiado pela Usina. O arquiteto e urbanista ainda falou um pouco de como está a situação de outros municípios no que se refere à gestão dos resíduos sólidos.

A superintendente da Emlur, Laura Farias Gualberto explicou que a palestra realizada nesta sexta-feira faz parte da série de ações de sensibilização e capacitação que estão sendo realizadas para que o projeto da Usiben dê certo. “Nós precisamos da colaboração de todos os seguimentos que estão envolvidos na produção, acondicionamento e destino final da metralha, como, por exemplo, carroceiros, construtores e os fiscais do processo”, destacou.

O diretor de Operações da Autarquia, Orlando Soares, contou que já foram realizadas várias palestras para explicar o funcionamento da Usiben. “Os segmentos evolvidos no processo de construção e destinação final da ‘metralha’ precisam saber mais sobre o funcionamento da usina, sua importância e os benefícios que ela trará para o meio ambiente e para a população”, contou.

O palestrante –
Tarcísio de Paula Pinto é arquiteto e urbanista, mestre em Arquitetura e Planejamento pela Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo (USP) e doutor em Engenharia pela Escola Politécnica pela USP. Ele é professor da Universidade Federal de São Carlos (SP), consultor técnico do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) e coordenador técnico de várias publicações voltadas para a gestão de resíduos sólidos.

Ele também assessorou a gestão de resíduos sólidos urbanos nos municípios de Santo André, Diadema, São Paulo, Belo Horizonte, São José dos Campos, Ribeirão Preto, Jundiaí, São José do Rio Preto, Vitória da Conquista, Nova Iguaçu, Campo Grande, Salvador, Ribeirão Pires, Vinhedo, Goiânia, Uberlândia, Joinville, Guarulhos, Piracicaba, Araraquara, São Carlos, Americana, Várzea Paulista, Cuiabá, Distrito Federal e outros.