Palestra inicia elaboração do Plano Diretor de Drenagem Urbana

Por - em 51

O Governo Municipal dá os primeiros passos para a elaboração do Plano Diretor de Drenagem Urbana da cidade de João Pessoa. Nesta quarta-feira (21), a Secretaria Municipal de Planejamento (Seplan) promove a palestra Gestão da Drenagem Urbana Sustentável. O evento acontece às 15h, no auditório do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon), na rua Álvaro de Carvalho, 248, em Tambauzinho, com o consultor Carlos Eduardo Moretti Tucci, presidente da Rede de Capacitação em Recursos Hídricos no Brasil – Capnet. Na quinta (22) e sexta-feira (23) Tucci reúne-se com técnicos da administração municipal para coleta de dados que vão subsidiar um diagnóstico atual da drenagem urbana da cidade.

A secretária de Planejamento, Estelizabel Bezerra, enfatiza que a elaboração do Plano Diretor de Drenagem é essencial para a articulação das políticas de desenvolvimento urbano e de uso e ocupação do solo. “Essa iniciativa vai conduzir ações estruturais como obras de engenharia e não estruturais, embasadas na mudança de comportamento da própria população, dirigidas à recuperação de áreas ribeirinhas e ao controle e redução dos impactos provocados pelas inundações urbanas”, explica.

Ela recorda que o Estatuto da Cidade, aprovado em 2001, institui medidas jurídicas para a questão da adoção das medidas não estruturais na drenagem. No que compete à legislação e às políticas existentes para o funcionamento dos sistemas de drenagem, estão os aspectos relacionados à gestão integrada dos recursos hídricos, controle da poluição ambiental e dotação de infraestrutura urbana.

Planejamento Urbano – O diagnóstico que será elaborado pelo consultor Carlos Tucci simboliza a primeira ação para colocar a cidade de João Pessoa entre um número ainda reduzido de municípios brasileiros que dispõem de um Plano Diretor de Drenagem Urbana. “Isso significa, de maneira resumida, que não estamos medindo esforços para avançar em planejamento urbano e gerar qualidade de vida para toda a população”, complementa a secretária.

Um plano da drenagem urbana sustentável tem similaridades com o ciclo hidrológico natural. As estratégias adotadas incorporam técnicas modernas da engenharia como a construção de estacionamentos permeáveis e de canais abertos com vegetação para atenuar as vazões de pico e reduzir a concentração de poluentes das águas pluviais nas áreas urbanas.

Sobre o consultor Carlos Tucci: Engenheiro Civil pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), é mestre em Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental pela UFRGS e doutor em Recursos Hídricos pela Colorado State University. Além de professor colaborador da UFRGS e professor titular da FEEVALE, ele preside o Comitê Editorial da Revista Brasileira de Recursos Hídricos (RBRH) e colabora com a Internacional Center for Hazard Reduction Management. É também sócio proprietário e diretor da Rhama Consultoria Ambiental Ltda, presidente da Rede de Capacitação em Recursos Hídricos no Brasil (Capnet) e presidente do Comitê Editorial da REGA – Revista de Gestão da América Latina.