Requerimento de autorização exclusiva para desfile de Blocos de Carnaval

Parque Zoobotânico Arruda Câmara recebe dois novos moradores

Por - em 38

O Parque Zoobotânico Arruda Câmara (PZAC), mais conhecido com Bica, no bairro do Roger, recebeu dois novos moradores. São duas fêmeas de primatas brasileiros das espécies Macaco-da-noite (Aotus sp) e Mico-de-cheiro (Saimiri sciureus). Eles foram trazidos de Fortaleza (CE) através de uma parceria que a equipe técnica da Bica mantém com outras instituições similares em várias cidades do país.

Assim que chegaram ao Parque, os animais foram colocados separados para que possam se adaptar ao novo ambiente. Só depois dessa quarentena é que eles se juntarão aos outros primatas já existentes no local. Segundo o diretor do Parque, Edílson Batista de Lima, formar pares de animais em zoológico é uma preocupação que visa o bem estar deles já que na natureza possuem o hábito de viver em grupos.

Ele disse que nos meses de julho e agosto, foi realizado o manejo preventivo, por amostragem, dos animais do zoo, com exceção dos grandes felinos. Foi coletado material biológico que ajuda na detecção de algumas doenças comuns aos animais e que também servirá para montagem de um banco de amostra biológica. Além da coleta foi feita a vermifugação de todas as aves.

Campanha – Como ainda não têm nomes, as duas fêmeas de Macaco-da-noite e Mico- de-cheiro vão aguardar uma campanha promovida pela Bica para escolha deles. De acordo com o diretor do PZAC, a metodologia da escolha ainda será discutida com a Secretaria de Meio Ambiente (Semam), órgão ao qual o parque é ligado.

A Bica conta atualmente com mais de 500 animais de 80 espécies. O local ocupa um espaço de 26,8 hectares e está localizado em uma área de resquício de Mata Atlântica. De acordo com o último levantamento botânico, realizado em 2005, o Parque possui cerca de 134 espécies vegetais, predominantemente arbóreas.