Pensador e Afronordestinas agitam multidão no ‘Estação’

Por - em 23

A banda Afronordestinas e o rapper Gabriel Pensador agitaram uma verdadeira multidão que esteve presente nas areias das praias de Cabo Branco e Tambaú na noite de abertura do Festival Estação Nordeste, no último sábado (3).

Promovido pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP), através da Fundação Cultural (Funjope), o projeto chega à quarta edição. Serão mais de 30 shows neste mês de janeiro, com grande diversidade de ritmos, e as apresentações ocorrerão no palco instalado entre as praias de Cabo Branco e Tambaú, nas praças do Caju (Bessa), do Coqueiral (Mangabeira), da Paz (Bancários), Lauro Wanderley (Funcionários I), Alcides Carneiro (Manaíra) e Praça Bela (Funcionários II), além do Centro Histórico e Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes. O ‘Estação Nordeste’ tem o objetivo de difundir os artistas e grupos locais, trazendo ainda grandes nomes da música brasileira.

A abertura – Gabriel Pensador levou o público ao delírio com composições que marcaram sua trajetória artística, a exemplo de ‘Se liga aí’ e ‘Até quando’, além da irreverente e pop ‘2345meia78’, e ainda o hit ‘Cachimbo da paz’. Encerrando o repertório da noite em alto estilo, Gabriel apresentou ‘Festa da música’, numa justa homenagem a grandes nomes da música brasileira.

O artista Gabriel Pensador falou sobre a importância do Festival Estação Nordeste: “É uma iniciativa muito boa para os artistas, os moradores da cidade e turistas, onde podemos mostrar a nossa música para gente do mundo inteiro, e principalmente para a galera da cidade, que está curtindo, além da mistura dos ritmos, a diversidade de atrações. E para nós artistas é muito bom ter a oportunidade de cantar para um grande público, mesmo para quem já tem mais tempo de estrada, é sempre uma grande emoção tocar num lugar aberto e belo, como esta praia”.

O show da banda ‘Afronordestinas’ apresentou composições do primeiro CD do grupo, que está em processo de gravação, com títulos como ‘Se tu acreditas’, ‘Mulher’ e ‘Quem sabe faz’.