Pescadores da Capital participam de curso de beneficiamento

Por - em 20

Vinte e cinco pescadores participam nesta sexta-feira (12), sábado (13) e domingo (14) do Curso de Beneficiamento de Pescado realizado com o apoio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável da Produção (Sedesp). Todos são filiados à Cooperativa de Pescadores do Porto do Capim, fundada no início de janeiro. As aulas estão acontecendo no primeiro andar da Sedesp – localizada na rua Cardoso Vieira, 85 (antiga Prefeitura) – das 8h às 12h e das 14h às 17h.

De acordo com o engenheiro de pesca Alberto Motta, professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB, antigo Cefet), os cooperados terão aula de boas práticas de fabricação e vão aprender a elaborar produtos derivados do pescado. “Como, por exemplo, filé, hambúrguer e linguiça de peixe. Ou, ainda, farinha com resíduos de pescado – utilizada na alimentação animal – e mucilagem, uma espécie de creme também usada como ração para animais”, explica.

De acordo com o presidente da Cooperativa, Leonardo do Nascimento, os pescadores também irão aprender a beneficiar caranguejo, mariscos e camarão. Com as técnicas aprendidas no curso, os profissionais poderão agregar valor à produção e lucrar mais. “Um quilo de tainha, por exemplo, que custa R$ 6,50 na feira, valeria 30% mais na forma de filé”, calcula o professor Alberto Motta.

Numa próxima etapa, os cooperados planejam trabalhar também com a produção de biscoito de pescado. “Para isso, utilizaremos a farinha de peixe, mas preparada de maneira diferente daquela usada para ração animal”, afirma Motta. De acordo com ele, a formação em cooperativa é uma maneira dos pescadores ganharem mercado, competindo com os grandes fornecedores.

O curso é resultado de uma parceria com o Programa Municipal de Apoio aos Pequenos Negócios de João Pessoa (Empreender-JP), que oferecerá aos pescadores empréstimos a juros de 0,9% ao mês. Todos os 25 cooperados já foram inscritos no programa e receberão capacitação na área de empreendedorismo. Além do Empreender, a cooperativa recebe o apoio também da Emater (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural) do município de Bayeux, que oferecerá assistência técnica aos filiados.