Pesquisa revela que cesta básica fica 6,4% mais cara em setembro

Por - em 29

O consumidor deve comprar a cesta básica 6,4% mais caro no mês de setembro. É que aponta a pesquisa do Procon de João Pessoa. De acordo com o levantamento, para adquirir os 25 produtos que compõe a cesta vai ser preciso gastar R$ 146,79. Na última pesquisa a cesta custava R$ 137,90. O Procon também constatou que o preço das carnes chega a variar até 182%, segundo a pesquisa realizada nos dias 29 e 30 de agosto.

Os produtos mais caros da cesta são ovos R$ 2,99 (a dúzia) e óleo por R$ 2,98. Mas o que deve pesar mais no bolso do consumidor é o açúcar, que é consumido em maior quantidade. Para compor a cesta básica, o Procon utiliza o cálculo de oito quilos de açúcar para atender a uma família de quatro pessoas, sendo gastos R$ 15,92. As maiores variações de preço foram constatadas nos preços do fubá (109%) sabão em barra (121%), absorvente (137%).

Pesquisa de carnes – Além dos itens da cesta básica, também foram observados os preços de peixe, frango e boi. A picanha nacional varia 88,9%, sendo vendida entre R$ 33,99 e R$ 17,99. A coxa e sobrecoxa de frango varia até 182%, entre R$ 3,45 e R$ 9,99. Entre os pescados, o atum apresenta a maior variação 164%, sendo vendido com preços entre R$ 5,89 e R$ 15,59.

O consumidor que quiser mais informações pode ligar para o 0800 083 2015.

Clique aqui para conferir a pesquisa da cesta básica.

Clique aqui para conferir a pesquisa da cesta básica sem marcas.

Clique aqui para ver a pesquisa de carne, frango e peixe.

E aqui para ver a projeção dos preços do mês de setembro.