PMJP apresenta ações que mudaram os serviços de Saúde

Por - em 71

Mais de 500 pessoas participaram, na noite da quarta-feira (15), da primeira Audiência Popular Setorial do Orçamento Democrático com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), realizada no auditório da Reitoria da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em João Pessoa. Organizada pela Prefeitura Municipal (PMJP), a audiência serviu para apresentar as ações e obras que estão sendo realizados pelo Governo Municipal nesses dois anos e meio da gestão.

“A nossa maior conquista foi implantar em João Pessoa a democracia participativa, através do Orçamento Democrático, e este auditório lotado é a mostra disto, o povo exercendo sua cidadania e o governo prestando contas de suas ações”, disse o prefeito Ricardo Coutinho (PSB), que participou da reunião. Ele lembrou que ao assumir a PMJP, colocar ordem na casa foi a primeira preocupação de governo e organizar o setor de saúde surgiu como prioridade.

“Nossa proposta é ofertar à população um cuidado humanizado e integral, mas temos a clareza que ainda há muito a ser feito e estamos trabalhando muito para isso. Os resultados significativos que vemos e o reconhecimento do povo ao nosso empenho são fundamentais para que continuemos oferecendo serviços de qualidade, o que é dever do Estado”, afirmou o prefeito.

Prestando contas – A secretária Roseana Meira apresentou para uma platéia composta por secretários e dirigentes municipais, delegados, conselheiros e população em geral, um panorama encontrado no ano de 2005, assim que assumiu a pasta da Saúde.

No relatório que apresentou, a secretária lembrou diversos problemas encontrados, tais como infra-estrutura inadequada nas Unidades do Programa Saúde da Família, precarização dos trabalhadores do setor, desabastecimento de insumos, entre outros.

Mudanças – Em pouco mais de dois anos e meio diversas mudanças já foram realizadas na área e novas práticas foram adotadas para otimizar o sistema. Dentre elas, a melhoria na infra-estrutura e construção de novos prédios das USF, reforma e ampliação de hospitais, realização de cursos de especialização para gestores e funcionários, melhoria na capacidade de oferta de serviços em saúde mental e na compra de medicamentos para abastecer os postos de saúde, entre outros.

“Adotamos também o sistema de acolhimento aos usuários das Unidades de Saúde da Família (USFs), que antes da consulta recebem uma atenção especial assim que chegam a esses locais”, disse a secretária, acrescentando que agora as consultas e marcação de exames podem ser agendadas através do computador, tornando mais rápido o atendimento ao paciente.

Cobertura – Ela apresentou um quadro com os valores aplicados nas obras e serviços realizados pela Prefeitura Municipal, a maioria com recursos próprios, e a efetivação de algumas demandas do Orçamento Democrático. Roseana Meira disse ainda que a cobertura do Saúde da Família atinge 77% da população pessoense e a participação popular na indicação das soluções dos problemas é essencial para o melhor funcionamento de todos os setores da saúde. Segundo dados da Coordenadoria do Orçamento Democrático, cerca de 90% dos problemas foram solucionados.

Compareceram também à primeira Audiência Setorial, a secretária da Transparência Pública (Setransp), Estelizabel Bezerra; a coordenadora do Orçamento Democrático, Sandra Marrocos e o secretário de Ciência e Tecnologia, Simão Almeida.