PMJP assina Termo de Cooperação para plantio de mudas de árvores nativas

Por - em 106

Mudas de cupiúba, leiteiro, mocitaíba e outras árvores nativas do bioma Mata Atlântica serão plantadas em diversos locais da Capital, com a assinatura do Termo de Cooperação Técnica entre a Prefeitura de João Pessoa, a Polícia Federal e o Exército Brasileiro que ocorreu nesta sexta-feira (22) em solenidade no espaço Jequitibá, no Parque Arruda Câmara (Bica), no bairro do Roger. Na ocasião, foi feito o plantio simbólico de três arvores na área do Parque.

O evento contou com a presença do prefeito Luciano Agra, do superintendente da Polícia Federal na Paraíba, Marcelo Diniz Cordeiro, e do capitão do Exército Souza Junior, representando o general Velloso. O prefeito ilustrou o momento citando o escritor espanhol Garcia Lorca, no poema “Sonâmbulo”: “Verde que te quero verde. Verde vento.Verdes ramas”. “O que estamos fazendo é o mínimo. Ao longo da gestão sempre estivemos preocupados com a qualidade de vida dos moradores desta cidade. E essa preocupação se concretiza na política ambiental, quando cuidamos das áreas verdes, preservando o que temos, recuperando e cercando áreas degradadas”, concluiu.

As áreas beneficiadas inicialmente são a nascente do rio Cuiá, Parque Cuiá e Parque Cabo Branco. A iniciativa faz parte dos programas “Carbono Neutro”, da Polícia Federal, e “João Pessoa Verde para o Mundo”, desenvolvido desde 2007 pela Secretaria de Meio Ambiente de João Pessoa (Semam).

O capitão Souza Júnior lembrou o lema do Exército, “Braço Forte – Mão Amiga”, e ressaltou que esse não é só um lema. “Os braços fortes e as mãos amigas estão a serviço também da qualidade de vida . E isso significa o cuidado com a preservação e recuperação do meio ambiente”.

Mata Atlântica – João Pessoa foi a primeira cidade brasileira a elaborar o Plano da Mata Atlântica. Lançado em novembro de 2010, o Plano foi elaborado pelos técnicos da Divisão de Estudos e Pesquisas (Diep) da Secretaria de Meio Ambiente (Semam), em parceria com a Fundação SOS Mata Atlântica.

O Plano é o instrumento norteador das diretrizes ambientais para a gestão municipal, integrando projetos e ações de acordo com leis e códigos ambientais vigentes, especialmente a Lei da Mata Atlântica.