PMJP autoriza abertura de licitação para obras de preservação de áreas verdes

Por - em 52

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) dá continuidade às ações de preservação das áreas verdes da cidade. O prefeito Luciano Agra assinou nesta quinta-feira (10), a autorização para licitação de obras de cercamento e melhorias urbanísticas de áreas verdes na Capital. O documento foi assinado também pelo secretário de Meio Ambiente, Joácio Morais e pela secretária adjunta da pasta, Wellintânia Freitas. A iniciativa está dentro das diretrizes estabelecidas pelo Sistema Municipal de Áreas Protegidas (SMAP).

“Estamos dando continuidade às ações estabelecidas no SMAP e agora mais sete áreas foram escolhidas, onde serão feitos o cercamento, a sinalização e as melhorias urbanísticas necessárias. Esta atitude está na direção da garantia da permanência de áreas verdes no território da nossa Capital. Todos sabem que massas de vegetação influem no clima, na temperatura e nos ventos, colaborando com a qualidade de vida da população”, ressaltou Luciano Agra.

Áreas – Serão realizadas obras em sete pequenas áreas verdes na cidade. São elas: trecho do rio do Cabelo (por trás do Centro da Polícia Militar/ Mangabeira); área verde do estuário do rio Jaguaribe (entre o Bessa e Intermares); área em frente ao Horto Florestal Municipal (Cidade Verde);  maceió do Bessa; margem direita da PB 008 (em Paratibe); área verde do Cuiá e na nascente do bairro do Grotão.

“A política ambiental da PMJP está planejada para garantir desenvolvimento com sustentabilidade, com foco na qualidade de vida da população e ainda com a intenção de tornar João Pessoa à cidade mais verde do Brasil”, afirmou o secretário de Meio Ambiente, Joácio Morais.

SMAP – O Sistema Municipal de Áreas Protegidas foi elaborado por uma equipe da Secretaria de Meio Ambiente (Seman) e criado através de Projeto de Lei. Este estabelece as diretrizes e instrumentos para a criação, implantação e gestão de áreas protegidas, que foram divididas em Unidades de Conservação da Natureza, baseadas na Lei Federal do Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC) e em Parques Urbanos.

“O SMAP, junto com o Plano Municipal de Recuperação e Conservação da Mata Atlântica, lançado pela Semam em novembro de 2010, orientam a execução das políticas públicas de meio ambiente do município, de forma planejada”, ressaltou a secretária Adjunta de Meio Ambiente, Wellintania Freitas.

De acordo com as características da cidade de João Pessoa, foram estabelecidas quatro classificações distintas de áreas protegidas: Parque Linear, Parque Temático Urbano, Parque de Requalificação Ambiental e Parque Rural. As áreas protegidas deverão funcionar dentro da estrutura urbana do município, como um sistema integrado, instrumento da Lei que norteará o desenvolvimento sustentável e contribuirá para a melhoria da qualidade de vida urbana.