PMJP cria primeira Escola de Gastronomia de João Pessoa

Por - em 407

O prefeito de João Pessoa, Luciano Agra e o superintendente do Patrimônio da União na Paraíba (SPU-PB), Welison Araújo Silveira, assinaram na noite desta terça-feira (26) o documento de posse do prédio onde irá funcionar a primeira Escola de Gastronomia de João Pessoa. O evento aconteceu no próprio prédio onde irá funcionar a escola e contou com a presença do secretário de turismo de João Pessoa, Elzário Pereira Júnior, vários representantes do trade turístico, além dos alunos da oficina escola de restauração que são os responsáveis pela revitalização do prédio.

Após a assinatura do documento de doação Elzário Pereira fez uma breve apresentação do projeto e ressaltou a importância das parcerias para que essa obra tivesse êxito. Já Welison Araújo disse que estava muito feliz ao constatar o trabalho que está sendo desenvolvido no prédio. “O prédio agora é de responsabilidade da Prefeitura de João Pessoa, que está de parabéns pelo zelo com que a atual administração tem tratado o patrimônio histórico da Capital”, elogiou.

Encerrando a solenidade o prefeito da Capital, Luciano Agra, agradeceu especialmente aos alunos da oficina escola e falou da importância de um projeto como esse que une capacitação, inclusão social e cidadania. “Vocês têm um lugar especial no futuro dessa cidade, porque estão não apenas não apenas restaurando um patrimônio, mas construindo a profissão de vocês”, afirmou.

Oportunidade – A primeira Escola de Gastronomia de João Pessoa pretende formar aproximadamente 1.200 profissionais. Os cursos profissionalizantes são para jovens a partir dos 18 anos que desejem ingressar no mercado de trabalho, especificamente no setor de alimentos e bebidas voltados para o turismo. A Escola de Gastronomia de João Pessoa fica localizada na Rua Rosário Di Lorenzo, 30, em frente à Estação Ferroviária da Capital.

O projeto é fruto de uma parceria entre a Prefeitura Municipal de João Pessoa, Ministério do Turismo, Agência Espanhola de Cooperação Internacional (AECI), Associação Brasileira Bares e Restaurantes na Paraíba (Abrasel-PB) e Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), com previsão de entrega para o primeiro semestre do próximo ano. Os investimentos superam os R$ 756 mil.

Espaços – A infraestrutura dotada de salas para aulas teóricas, laboratórios para preparo de saladas, doces, salgados, elaboração de drinks e preparo de carnes dará ao aluno a oportunidade de aprender desde a maneira certa de cortar os alimentos, tempo de cocção até a montagem do prato. Além de toda estrutura para a aprendizagem teórica e prática, o prédio conta ainda com vestiário, sala de administração, recepção, estacionamento e espaço para apresentação de bufets.