PMJP cria projeto para alunos que serão submetidos à ‘Prova Brasil’

Por - em 38

A partir desta segunda-feira (5) será aplicada nas 90 escolas da Rede Municipal de Ensino a ‘Prova Brasil’, projeto do Ministério da Educação (MEC) em conjunto com as Secretarias de Educação dos municípios e estados que aderiram ao exame. A Secretaria de Educação e Cultura (Sedec) da Prefeitura de João Pessoa, em parceria com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB), vem realizando há mais de um mês o Projeto de Acompanhamento Pedagógico, que tem preparado os alunos que irão participar da avaliação.

Serão avaliados os alunos matriculados no 5º e 9º ano de Ensino Fundamental. Cada escola terá um dia específico para a realização da Prova, de acordo com a escolha feita pelo aplicador. Até o dia 20 de novembro, todos os alunos já devem ter passado por esse processo.

O projeto Acompanhamento Pedagógico, desenvolvido em parceria com a UFPB, tem como objetivo incentivar o desenvolvimento das práticas pedagógicas de forma a minimizar as dificuldades de aprendizagem dos alunos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental do município, particularmente no que diz respeito aos processos de construção de leitura e de escrita (linguagem alfabética e matemática).

Reforço – Para a execução do projeto, participam 205 monitores, matriculados nos cursos de Pedagogia, Letras e Matemática da UFPB. Esses monitores trabalham em conjunto com os professores nas salas de aula, de forma a aprofundar os conhecimentos já repassados e facilitar o aprendizado dos alunos.

“Além de suprir a necessidade de melhoramento dos índices passados do Ideb, esse projeto foi pensando também como forma de dar continuidade as ações educativas da Sedec, que são imprescindivelmente voltadas para a oferta de uma educação de qualidade”, comentou Eliane Ferraz, coordenadora do projeto.

“Nossos professores centraram todos os esforços no último mês para a Prova Brasil. Porém essa atividade não está concluída, ela vem como forma de ampliar e reforçar a importância da disciplina nos estudos por parte dos alunos, de forma que a Prova não apenas avalie como também estimule todos que estão envolvidos”, comentou Ruth Limeira, diretora-adjunta da Escola Municipal Aruanda.

Esse trabalho terá continuidade mesmo depois da realização da Prova Brasil. No próximo ano, passarão pela prova os alunos do 1º e 2º ano do Ensino Fundamental.

Avaliação – A ‘Prova Brasil’ é realizada a cada dois anos e esta é a segunda vez que ela é aplicada no país. O objetivo principal é compor um panorama da educação brasileira e o resultado obtido pelos alunos serve como a base para o cálculo do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do Ensino Fundamental de cada município e escola do país.

Os testes que serão aplicados durantes as próximas semanas trazem para os alunos questões de língua portuguesa, com ênfase na leitura, e matemática, com foco na resolução de problemas. Os alunos participantes ainda responderão a um questionário com 44 questões sobre aspectos sociais, culturais, sua vida escolar e nível sócio-econômico. Os dados são tabulados para traçar um perfil dos alunos.