PMJP detecta pontos de lixo em visita ao rio Jaguaribe

Por - em 46

Diversos pontos de degradação, locais com acúmulo de lixo, poluição de esgotos, sacos plásticos e garrafas ‘peti’ enroscados na vegetação das margens do rio Jaguaribe foram encontrados durante ação realizada na manhã desta quarta-feira (4) pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP). A visita técnica contou com as presenças da secretária de Planejamento (Seplan), Estelizabel Bezerra; os secretários-adjuntos do Planejamento, João Agripino Maia, e da Infra-Estrutura (Seinfra), Deusdete Queiroga; mais os diretores de Operações da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur), Orlando Soares, e do Departamento de Remoção dos Resíduos Sólidos (Devac) do órgão, Noé Estrela.

A secretária Estelizabel Bezerra ficou impressionada com a quantidade de resíduos e entulhos que impedem o fluxo normal da água do rio, o que pode provocar prejuízos à população ribeirinha. “Vamos realizar uma ação de limpeza imediata antes das chuvas, para não passar o que outras cidades estão passando”, afirmou.

A ação mais estrutural, com a utilização de maquinário, só poderá ser feita depois que a Superintendência de Desenvolvimento do Meio Ambiente do Estado (Sudema) conceder licença para a execução do serviço. Segundo Estelizabel Bezerra, a Seplan já encaminhou a solicitação àquele órgão estadual e aguarda a autorização. O projeto emergencial de limpeza do rio Jaguaribe foi elaborado pela equipe técnica da Emlur.

Ação preventiva – A secretária de Planejamento destacou a necessidade de um trabalho conjunto dos poderes públicos e da população para evitar problemas nas áreas ribeirinhas, principalmente no período de chuva. Ela falou das ações educativas e da coleta de lixo que a Emlur vem realizando em áreas de difícil acesso, mas alertou também para o comportamento da sociedade quanto aos cuidados adotados para não poluir o rio.

“Essa é uma ação preventiva e estamos chegando antes do inverno, evitando que as chuvas tragam problemas sérios. Mas é bom lembrar que precisamos contar com a colaboração das comunidades para que não joguem lixo em local inadequado”, disse a titular da Seplan, que vai encaminhar ofício à Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) informando sobre locais do rio Jaguaribe que estão recebendo dejetos de esgoto, o que contribui para a poluição das águas do rio.

Segundo o diretor de Operações, Orlando Soares, o projeto emergencial consiste em promover a limpeza das margens e do leito do rio. “Não serão retirados materiais de sedimentação, removeremos a vegetação e resíduos jogados inadvertidamente pela população”, disse. A comitiva percorreu o rio Jaguaribe desde a Avenida Epitácio Pessoa até o Jardim Guaíba, no bairro de Oitizeiro.