PMJP discute novas parcerias com representante do Ministério das Comunicações

Por - em 117

Luiz CarlosClaiton Mello_Diretor do Ministério da Comunicação_11_11_2015 (106)

O projeto de inclusão digital da Capital Paraibana, cuja execução é de responsabilidade da Prefeitura Municipal de João Pessoa
(PMJP), recebeu a visita do diretor do Departamento de Articulação e Formação da Secretaria de Inclusão Digital do Ministério das Comunicações, Claiton Mello, nesta quarta-feira (11). Além de reunião da Secretaria de Ciência e Tecnologia (Secitec), o diretor percorreu as estações da cidade e compareceu ao Centro de Recondicionamento de Computadores (CRC), no bairro do Costa e Silva. Na ocasião, o secretário da Secitec, Bival Dantas, acompanhou a visita do diretor e discutiu a possibilidade de novas parcerias entre as administrações municipal e federal.

Durante as visitas, o secretário Bival Dantas destacou a seriedade com a atual administração municipal executa os projetos de inclusão digital e também ressaltou a importância da presença de um representante do Ministério das Comunicações para a discussão de novas parcerias. “A inclusão digital proporciona às comunidades mais carentes o acesso à informação. Através do CRC poderemos fazer um trabalho muito interessante na cidade”, disse.

Para o diretor Claiton Mello a oportunidade de estar em João Pessoa proporciona a possibilidade de potencializar os projetos de inclusão digital. “O projeto de inclusão digital, por meio do CRC, é do Governo Federal, mas executado pela administração municipal. Ter a possibilidade de ver de perto nos dá a visão do que podemos melhorar e dá continuidade a um projeto tão importante e tão bem executado em João Pessoa”, disse.

O Centro – O CRC é um Programa de Inclusão Digital desenvolvido pela Secitec, em parceria com o Ministério das Comunicações. Tem como objetivo promover a inclusão social de jovens através de cursos e oficinas com foco no recondicionamento e manutenção de equipamentos de informática, e na conscientização ambiental sobre os resíduos eletroeletrônicos.

São beneficiadas mais de 32 mil pessoas residentes no entorno dos bairros Centro, Róger, Tambiá, Padre Zé e Varadouro, e comunidades Comunidade do S, Porto do Capim, Buraco da Gia, Asa Branca, Riachinho e Gadanho.Claiton Mello_Diretor do Ministério da Comunicação_11_11_2015 (97)

Além da doação de computadores que são usados em estações de inclusão digital, o CRC proporciona cursos para as comunidades na área de informática. São oferecidas as seguintes aulas:

Na trilha Inclusão sociodigital:

Informática Fundamental – com ênfase em Suporte (Carga horária: 42h)

Informática Fundamental – com ênfase em Desenvolvimento (Carga horária: 42h)

Arte-educação com Materiais Eletroeletrônicos (Carga horária: 40h)

Na trilha Suporte:

Suporte Técnico e Manutenção de Computadores (Carga horária: 96h)

Administração de Servidores de Rede (Carga horária: 80h)

E na trilha Desenvolvimento:

Introdução ao Desenvolvimento de Sistemas (Carga horária: 60h)

Desenvolvimento de Sistemas Web e Móvel (Carga horária: 140h)

Robótica Educacional Livre (Carga horária: 80h)