PMJP economiza 40% no consumo de energia em semáforos

Por - em 31

A Prefeitura de João Pessoa reduziu em quase 40% o consumo de energia nos semáforos da cidade após a implantação do sistema que utiliza lâmpadas à base de LED (Diodo Emissor de Luz). O dado é do Controle de Tráfego da Área. Até o final deste ano, a Superintendência de Transportes e Trânsito de João Pessoa (STTrans) planeja implantar o sistema em 100% dos semáforos da cidade. Hoje, 85% deles já operam com este recurso.

Com a implantação do LED, o consumo de energia que era de 480.467 watts, em 2006, foi reduzido para 298.319 em 2009. Na mesma época, também houve aumento do valor do KW/h para todos os consumidores. Nesse período, 27 novos cruzamentos ganharam semáforos na Capital, ampliando a segurança nas vias, ao mesmo tempo em que era garantido o sistema dos semáforos a LED. De acordo com o diretor de Trânsito da STTrans, Pablo Fragoso, a rede semafórica já está instalada nos principais corredores da cidade, como avenidas Epitácio Pessoa, Cruz das Armas, Dom Pedro II, Retão de Manaíra, além de bairros como Bancários e Centro.

O projeto de melhoria da sinalização semafórica foi iniciado em maio do ano passado, quando foi firmada uma parceria da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) com a Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf) e da Centrais Elétricas Brasileiras S/A (Eletrobrás). A partir de outubro, a autarquia iniciou a manutenção preventiva e revitalização da sinalização de João Pessoa, que consistiu na retirada dos semáforos, revisão de todas as instalações elétricas, pintura e substituição das lâmpadas incandescentes pelas LEDs.

Para os motoristas e pedestres, o recurso de lâmpadas a base de LED significaram uma melhoria na segurança, sinalização e na visibilidade, pois elas reduzem os efeitos de reflexão da luz solar e permitem a visualização do semáforo à distância de até 500 metros. “A implantação desse sistema mais moderno representou uma economia considerável e ainda trouxe benefícios para os motoristas e pedestres que conseguem visualizar com mais antecedência o semáforo, para agir da forma mais correta, respeitando a sinalização”, finalizou Pablo Fragoso.

A tecnologia LED consome 15 a 20 watts contra 100 watts utilizados pelas lâmpadas incandescentes com a mesma ou superior intensidade luminosa. A necessidade de manutenção também é diminuída, pois as novas lâmpadas duram até oito mil vezes mais que uma lâmpada convencional.