PMJP entrega certificados para 6 mil alunos do Projovem Trabalhador

Por - em 81

“Vocês são empreendedores e precisam despertar para as oportunidades. O desemprego é um problema que assola o nosso País, mas com capacitação podemos mudar isto na nossa Capital”, disse o prefeito de João Pessoa, Luciano Agra, na solenidade de entrega dos seis mil certificados aos concluintes dos 19 cursos do programa ProJovem Trabalhador – Juventude Cidadã, na manhã desta segunda-feira (12), no Espaço Cultural José Lins do Rêgo. Ele ofereceu aos jovens a oportunidade de crescimento profissional por meio da linha de crédito destinada aos jovens no Empreender-JP, e do cadastro no Sine-JP.

“Neste programa realizado em convênio com o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) nós proporcionamos a capacitação de jovens por meio de onze instituições parceiras, e agora trabalhamos para alcançarmos a meta de inserirmos 30% dos jovens no mercado de trabalho, seja por meio dessas instituições, das empresas prestadoras de serviços à Prefeitura, ou do Empreender-JP”, ressaltou o prefeito.

Em seu discurso, Luciano Agra falou que os jovens não podem se acomodar com o certificado que receberam e devem partir em busca do mercado de trabalho. “Temos crédito para oferecer tanto na linha específica aos jovens, no Empreender-JP, quanto na destinada ao cooperativismo, porque esta também uma forma de crescer sendo empreendedor”, disse ele.

A coordenadora do ProJovem, em João Pessoa, Ludmila Carvalho, avalia de forma muito positiva o resultado da segunda turma do programa. “Eles querem trabalhar e deram tudo de si durante o período de capacitação. Temos diversos exemplos que já conseguiram o primeiro emprego e queremos que todos tenham esta oportunidade”. Ela também falou da importância no cadastro no Sine-JP e a criação da linha Empreender Jovem, em 2009, quando ocorreu a formação da primeira turma do ProJovem Trabalhador.

Os concluintes dos cursos foram representados por Jeanine Silva, que cursou Meio Ambiente, na empresa Alquimia, e recebeu o certificado das mãos de Luciano Agra, e Marciane Santos, que cursou Turismo e hospitalidade, em 2009, e Beleza e estética, neste ano, pelo Senac. “Antes de terminar o curso eu comecei a atuar como cabeleireira. Com o dinheiro que fui ganhando, eu fui comprando os equipamentos e materiais, e montei o salão na minha casa. Agora vou me informar sobre o Empreender-JP para poder ampliar as minhas possibilidades”, disse Marciane Santos.

Nova turma – O superintendente do Ministério do Trabalho na Paraíba, Rodolfo Catão, afirmou que devido à qualidade de gestão da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) no ProJovem, há grande possibilidade de uma renovação contratual em 2012. “Teremos confirmação sobre isto apenas no começo do ano que vem, mas não posso deixar de explicitar a importância desta parceria para a população de João Pessoa. Em 2009, os resultados foram surpreendentes e, por isto, o convênio foi renovado e com abertura de mais vagas, em 2011. Portanto, nos restam expectativas positivas para 2012”.

Também estiveram presentes na solenidade o deputado federal Damião Feliciano – que esteve presente na aula inaugural desta turma em abril deste ano, junto com o então ministro do Trabalho, Carlos Lupi –, o vereador Jorge Camilo, e o subsecretário do Empreender Paraíba, Tárcio Pessoa.

Instituições – A empresa Alquimia Negócios Sociais Sustentáveis é uma das parceiras e ofereceu cursos para 1680 alunos, sendo 480 na área de alimentação, 480 em agroextrativismo, 360 em meio ambiente e 360 em turismo. “Estas área demandam mão de obra especializada, sobretudo, a de turismo, que é um setor que está crescendo muito na Paraíba e vai continuar se desenvolvendo com a chegada da Copa do Mundo de Futebol”, disse a coordenadora Emanuela Albuquerque. De acordo com ela, já está sendo feito um trabalho de inserção dos jovens com diversas empresas, para que a meta da PMJP seja alcançada.

O Serviço Nacional de Aprendizado do Transporte (Senat) é outro parceiro e capacitou 360 alunos, sendo que 36 já estão trabalhando. Segundo o coordenador do curso, Amílcar Limeira, os jovens tiveram aulas práticas e teóricas, com visitas a empresas, para atuarem como cobradores de ônibus, despachantes e assistentes de logística, entre outras funções.  “Já encaminhamos 36 alunos a empresas locais. Eles estão inseridos no programa Jovem Aprendiz e estão em fase de estágio, mas com carteira assinada. Além disso, vamos sortear cinco bolsas de estudos em capacitação de outros cursos”.

Cosma Domingues, de 25 anos, é uma das participantes do curso do Senat e se diz satisfeita ao receber seu certificado de conclusão. “Eu quero trabalhar como cobradora de ônibus e vou correr atrás para conseguir meu emprego. Sou grata à Prefeitura por desenvolver este trabalho de qualificação profissional”, frisou ela. Já Rachel Carneiro, de 23 anos, concluiu curso em Educação pelo Senac e quer atuar como inspetora. “Eu tive um aprendizado muito proveitoso e já tenho um emprego em vista para o próximo ano, mas pretendo cursar pedagogia para me capacitar ainda mais”.

O programa – O ProJovem Trabalhador atendeu seis mil alunos neste ano e concedeu uma bolsa-auxílio no valor de R$ 600, sendo R$ 100 em cada um dos seis meses de capacitação. Além disso, eles também receberam vale-transporte, lanche, fardamento e material didático.

As entidades parceiras são Serviço Nacional de Aprendizado Industrial (Senai), Serviço Nacional de Aprendizado do Transporte (Senat), Serviço Nacional de Aprendizado Comercial (Senac), Fundação de Educação Tecnológica da Paraíba (Funetec), Instituto Brasileiro Pro Cidadania, Alquimia Negócios Sociais Sustentáveis, Associação Beneficente Casa Caiada, Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Humano e Social (Ibradhes), Instituto Nacional de Desenvolvimento Tecnológico e de Pesquisa (Indetep), Associação de Promoção de Desenvolvimento Local (APDL) e Fundação Assistencial Anita Barbosa (FAAB).

Arcos ocupacionais do ProJovem Trabalhador

Administração

Agroextrativismo

Alimentação

Beleza e Estética

Comunicação e Marketing Social

Construção e reparos (revestimentos e instalações)

Educação

Esporte e lazer

Gráfica

Joalheria

Madeira e móveis

Meio ambiente

Metalmecânica

Saúde

Serviços domiciliares

Telemática

Transporte

Turismo e hospitalidade

Vestuário