PMJP entrega nova iluminação para moradores do Valentina

Por - em 23

A Prefeitura de João Pessoa (PMJP) entregou aos moradores do bairro do Valentina Figueiredo na noite desta sexta-feira (24) a iluminação ornamental da Avenida Emília Mendonça Gomes. Foram investidos na obra R$ 106 mil, com a instalação de 80 pontos de luz na avenida, distribuídos em 44 postes. A iluminação da área fazia parte das solicitações dos moradores apresentadas no Orçamento Democrático (OD).

A iluminação da avenida no Valentina Figueiredo conclui as intervenções referentes ao projeto Reluz/Eletrobrás em João Pessoa, totalizando 10,7 quilômetros de implantação de iluminação pública ornamental em João Pessoa. Dentre as vias beneficiadas estão a José Navarro, no Castelo Branco, e Arthur Monteiro de Paiva, no Bessa.

A solenidade contou com a presença do prefeito Luciano Agra, que acionou o dispositivo para ligar a iluminação ornamental. Segundo ele, dentre outros objetivos, a iniciativa contribui para reduzir a violência no local. “Sabemos que a iluminação pública é um dos recursos que o poder público tem para inibir a violência. A Prefeitura trabalha para atender as solicitacões das comunidades como está que é uma iluminação de qualidade e também ornamental”, ressaltou.

O prefeito lembrou que o bairro vem recebendo outras obras realizadas pela Prefeitura, como praças, reforma de campos de futebol e instalação de postos do Programas de Saúde da Família (PSF’s). “Nós vamos cumprindo o nosso papel de contribuir para a melhoria de vida da população”, destacou.

A comerciante Edilene Carvalho, que reside e possui uma loja na Avenida Emília Mendonça Gomes há 12 anos, disse que o local, devido a falta de iluminação, estava muito perigoso, com ocorrências de assaltos e acidentes de trânsito. “Estou muito feliz com a iluminação dessa rua. Só temos que agradecer”, afirmou.

Quem também elogiou a iniciativa da Prefeitura foi o aposentado Manuel Siqueira Sobrinho. “É um benefício para todos os moradores do Valentina e também comunidades próximas. Nessa área era comum ter assaltos e acidentes, porque era muito escura. Essa iluminação era uma reivindicação antiga da comunidade”, disse ele.