PMJP entrega Unidade de Saúde da Família do Cuiá

Por - em 51

A Prefeitura de João Pessoa (PMJP) entregou à população nesta sexta-feira (19), a nova Unidade de Saúde da Família (USF) do Cuiá, uma antiga reivindicação da comunidade local. A unidade, localizada na Rua Franklin Pereira da Silva, 158, foi inaugurada pela secretária de Saúde (SMS) do município, Roseana Meira, e já está pronta para atender 1.200 famílias ou uma média de 4.800 pessoas. O líder comunitário, José Francisco, disse em discurso emocionado que agora “os moradores da região realizam um sonho e esperam que deste sonho sejam gerados bons frutos”.

Com mais essa unidade, segundo a titular da SMS, a cobertura do Programa de Saúde da Família (PSF) em João Pessoa chega a 82% da população, um aumento significativo em relação a 2004 quando a cobertura era pouco mais de 70%. A atual gestão já entregou 16 unidades de saúde integradas, que correspondem a 64 equipes de saúde da família.

De acordo com a secretária de Saúde, Roseana Meira, os moradores do Cuiá, representados pelo líder comunitário José Francisco, reivindicavam a unidade desde 2006, pois tinham que se deslocar até os bairros Ernesto Geisel ou Valentina Figueiredo para conseguir o atendimento.

Estrutura – Várias pessoas da comunidade acordaram cedo e visitaram a Unidade de Saúde do Cuiá para conhecer as novas instalações e a equipe de saúde formada por médico, odontóloga, assistente de consultório dentário, enfermeira, técnica de enfermagem e oito agentes de saúde. A nova unidade conta com recepção, consultório médico e de enfermagem, consultório odontológico, farmácia, sala de curativos e área externa onde será plantada uma horta medicinal em parceria com a população.

Conforto – A dona de casa Maria Alice Rocha, moradora do Cuiá, conheceu o prédio e disse que por ficar pertinho da sua residência não precisa mais pegar um carro ou ônibus para ser atendida. “Gostava muito do médico e da enfermeira da unidade do Geisel III, pois era bem atendida lá. Mas era muito distante para uma pessoa de idade. Hoje fui atendida com muito respeito e cuidado pelo médico e as enfermeiras. Está tudo muito bem cuidado na unidade, e me sinto como se estivesse em casa.”, ressaltou.

Maria Alice disse que participará do grupo de idosos que será formado na unidade para fazer novas amizades e ocupar o tempo livre. “Adoro fazer crochê e participar de atividades em grupo. Isso para mim é uma terapia”, confessou.

Vínculo – Para o médico da unidade, Martin Medeiros Júnior, especialista em Medicina de Família, trabalhar no Saúde da Família significa antes de mais nada criar um vínculo com a comunidade. “Você passa fazer parte da estrutura daquela comunidade e atua na prevenção, promoção e outros aspectos que influem na saúde da população”, explicou.

O médico Martin Medeiros garantiu que toda a equipe está firme no propósito de atender em aos usuários. Ele iniciou na semana passada a visita as famílias das áreas de abrangência da nova unidade e já está realizando os atendimentos.

Humanização – A enfermeira Hiara Lúcia, coordenadora da unidade, destacou que neste primeiro momento serão desenvolvidas ações de humanização como a formação de grupos de idosos, gestantes, acolhimento (escuta qualificada dos usuários pela equipe de saúde) e num segundo momento a terapia comunitária. “Não trabalharemos apenas com a medicina curativa, mas com prevenção, promoção, assistência e reabilitação da saúde, como preconiza o Sistema Único de Saúde (SUS)”.