PMJP faz levantamento sobre comunidade Maria de Nazaré

Por - em 20

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) deu início nesta semana a um levantamento sobre os moradores da Comunidade Maria do Nazaré, localizada no Funcionários II. Trata-se de um diagnóstico que vai apontar a situação atual de cada família da comunidade: quantos moradores há em cada casa, quem é alfabetizado, quem está empregado, a renda da família, idade, etc. A partir desse levantamento será feita a seleção das pessoas que poderão se inscrever nos cursos oferecidos pelo Centro de Referência para Inclusão Social e Produtiva Maria de Nazaré, inaugurado em março.

A comunidade é uma das primeiras a ser beneficiada com a construção de um Centro, que tem como objetivo formar e qualificar, através de cursos e oficinas, jovens e adultos moradores em áreas de construção civil, gastronomia e informática. Os cursos devem começar em julho. “Com este diagnóstico vamos saber como está hoje a comunidade, a situação de cada família. E temos condições de ver também, depois dos cursos, a situação dos moradores, o que foi que mudou”, disse Socorro Miranda, coordenadora do Centro da Comunidade Maria de Nazaré. O diagnóstico está sendo realizado por uma equipe composta por assistentes sociais, psicólogas, pedagogas e com a ajuda do Programa de Saúde da Família (PSF), através dos agentes de saúde.

O Centro de Referência Para Inclusão Social e Produtiva Maria de Nazaré beneficiará inicialmente cerca de 200 pessoas, que além dos cursos serão acompanhados por psicólogos e assistentes sociais. A proposta é estimular e fortalecer habilidades produtivas, possibilitando a efetiva inserção dos profissionais e aprendizes no mercado formal de trabalho ou em atividades organizadas em sistema de economia solidária, visando, dessa forma, garantir a melhoria de renda e qualidade de vida das famílias envolvidas, promovendo sua autonomia e a melhoria das condições humanas e a auto-sustentabilidade de toda a comunidade.

Estrutura – A unidade tem 654 metros quadrados de área construída, contando com salas de aula, biblioteca, refeitório e almoxarifado, além de espaço para a realização de reuniões e atendimento psicossocial. Todo o aprendizado prático dos cursos e oficinas será realizado na própria comunidade, beneficiando as residências das famílias e as áreas de convivência coletiva, de forma a promover a melhoria das condições de habitabilidade, educação, segurança alimentar e ambiental.

No projeto de instalação do Centro de Inclusão Social Maria do Nazaré, no Funcionários II, e do Alto do Mateus, onde também foi instalado um Pólo de Inclusão Social, que oferecerá cursos na área de vestuário, a Prefeitura de João Pessoa contou com a parceria da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), onde foram investidos R$ 1 milhão. Para a fase de operacionalização o projeto conta ainda com as parcerias da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFPB), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), e o Sistema Nacional de Emprego de João Pessoa (Sine/JP).