PMJP implanta ponto através da leitura biométrica dos servidores

Por - em 26

Foi dada a largada rumo à evolução digital. A Prefeitura de João Pessoa (PMJP) aderiu ao sistema de ponto biométrico, utilizado para monitoramento de ponto e frequência através da leitura biométrica (a impressão digital) do funcionário. O programa, que inicialmente é implantado pela Secretaria de Educação, traz praticidade e rapidez, e sepulta o sistema manual de ponto.

No método tradicional, os horários de entrada e saída do trabalho são lançados manualmente nos sistemas informatizados, que geram a folha de pagamento mensal. Isso provoca um volume enorme de trabalho, que pode ser evitado com a implantação do ponto biométrico. A principal vantagem é simplificar e automatizar a gestão das informações referentes ao trabalho executado pelos gestores, técnicos, funcionários, professores e demais categorias da Secretaria de Educação. Através do reconhecimento eletrônico da impressão digital do funcionário, será registrada automaticamente a sua entrada ou saída, e essa informação logo será lançada diretamente nos sistemas de pagamento mantidos pelo departamento de Recursos Humanos.

O sistema foi lançado na última terça-feira (27) na Estação Cabo Branco – Ciências, Cultura e Arte, com o cadastramento de 450 gestores e especialistas das unidades escolares. O ponto biométrico estava em fase de teste na Secretaria de Educação há três meses, e agora se estende para todo o universo escolar. De acordo com o diretor de Tecnologia da Informação e Comunicação, Fabrício Feitosa, os equipamentos serão instalados nas demais dependências, atendendo posteriormente todos os postos de trabalho da PMJP.

Segundo o diretor de Redes e Projetos de Tecnologia da Informação, Judson Mesquita, o sistema prevê flexibilidade e eficiência na coleta de informações, pois o funcionário pode registrar seu ponto em qualquer unidade da rede municipal que disponibilize um Terminal de Registro de Ponto (TRP), podendo também solicitar abono para suas faltas justificadas e férias.

A PMJP segue rigorosamente a portaria de número 1.510/09 do Ministério do Trabalho e Emprego, que disciplina o registro eletrônico de ponto e a utilização do Sistema de Registro Eletrônico de Ponto – SREP, previsto no artigo 74, parágrafo 2º da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). A implantação do ponto biométrico é um passo importante e ousado rumo à educação de qualidade. Isso demonstra o interesse da gestão municipal no sentido de melhorar a qualidade de ensino da cidade de João Pessoa.