PMJP inicia campanha para atualizar vacinas de crianças com até 5 anos

Por - em 104

A Prefeitura Municipal de João Pessoa, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), iniciou oficialmente neste sábado (18) a campanha de atualização das cadernetas de vacinação na Capital. A abertura foi realizada na Unidade de Saúde da Família Quatro Estações, no bairro de Mangabeira VI,I e se estenderá até o próximo dia 24, em todas as USFs, no Centro Municipal de Imunização, na Torre, e nos Centros de Atenção Integral (Cais), em Mangabeira, Cristo e Jaguaribe.

Durante a abertura da campanha, o prefeito Luciano Agra reforçou o convite aos pais para a importância da atualização da caderneta das 52 mil crianças de 5 anos de idade que há em João Pessoa. “Temos o compromisso de cuidar da saúde das pessoas e, principalmente, de garantir que a população dos pessoenses dessa faixa etária estejam com o cartão de vacinação em dia”, destacou.

Os pais ou responsáveis de crianças nessa idade devem ir a uma das 180 USFs de João Pessoa para atualizar a caderneta de vacinas e receber as doses da segunda etapa da tríplice viral mais um reforço contra a poliomielite, seguindo recomendação do Ministério da Saúde.

A meta da campanha é vacinar, de forma seletiva, crianças menores de 5 anos de idade que estiverem com o planejamento de vacinação em atraso ou desatualizados.

Campanha – Estarão disponíveis todas as vacinas do calendário básico infantil, incluindo a pentavalente e a vacina inativada poliomielite (VIP), lançadas este ano. A primeira reúne em uma única aplicação a proteção contra a difteria, o tétano, a coqueluche e a meningite e a hepatite B.

A VIP é indicada para crianças que nunca foram imunizadas contra a pólio. A partir de agora, elas tomam a primeira dose aos dois meses e a segunda, aos quatro. Já a terceira dose (aos seis meses) e o reforço (aos quinze meses) continuam com a vacina oral de Pólio (VOP), ou seja, as duas gotinhas.

Segundo Thais Matos, diretora do Distrito Sanitário III, as campanhas de vacinação realizadas na Capital investem principalmente na saúde da família. “Esta é uma campanha para os pequeninos, mas todos devem estar em dia com a caderneta de vacinação”, disse. Ela acrescentou ainda que, durante todo este sábado, as USFs atenderão até as 17h.

Vitamina A – Desde 2008, a SMS determinou, como política de gestão municipal, introduzir a gotinha de vitamina A na Campanha Nacional de Vacinação contra poliomielite (1ª e 2ª etapas), como forma de ampliar o acesso e aumentar a cobertura.

De acordo com o Ministério da Saúde, o uso da vitamina A é priorizado nos municípios incluídos no Plano Brasil Sem Miséria.  Até o fim de 2012, a suplementação será ampliada às demais unidades da federação, contemplando 3.034 municípios, em todos os estados brasileiros.

A suplementação contribui para a redução de doenças infecciosas, diminui a mortalidade infantil e contribui para a saúde da visão e o pleno desenvolvimento cognitivo das crianças, na faixa etária entre 6 e 59 meses. Elas devem receber uma dose a cada seis meses.

Contra-indicação – As vacinas de bactérias ou vírus vivos atenuados não devem ser administradas, em princípio, em indivíduos:

a) Com imunodeficiência congênita ou adquirida;
b) Acometidos por neoplasia maligna;
c) Em tratamento com corticosteródes em esquemas imunossupressores (por exemplo, doses iguais ou maiores que 2 mg/kg/dia de prednisona durante duas semanas ou mais em crianças, ou doses correspondentes de outros glicocorticóides e maiores ou iguais a 20 mg/dia nos adultos por mais de 14 dias) ou submetidos a outras terapêuticas imunossupressoras (quimioterapia antineoplásica e radioterapia, entre outros).