PMJP inicia debates sobre Plano Diretor de Drenagem Urbana

Por - em 18

A Prefeitura de João Pessoa (PMJP) deu início, na tarde desta quarta-feira (21), ao processo da elaboração do Plano Diretor de Drenagem Urbana da cidade de João Pessoa, com a palestra ‘Gestão da Drenagem Urbana Sustentável’, ministrada pelo consultor Carlos Eduardo Moretti Tucci, presidente da Rede de Capacitação em Recursos Hídricos no Brasil – Capnet. A palestra foi realizada no auditório do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon).

Para um público formado por engenheiros, arquitetos, representantes da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e funcionários de várias secretarias municipais, o palestrante expôs os impactos da drenagem urbana no Brasil; medidas sustentáveis e medidas a serem incorporadas ao Plano Diretor de Drenagem Urbana da cidade de João Pessoa.

Segundo Tucci, a drenagem urbana no País é feita de forma fragmentada, não havendo órgãos que prestem este tipo de serviço. Somente em cidades como Santo André e Porto Alegre existe um planejamento voltado para esse setor. “Essa falta de planejamento, de medidas preventivas que pensem a cidade no futuro, ocasiona em inundações e outros grandes problemas”, esclareceu.

Ele acrescentou que em João Pessoa isso não é diferente, pois a drenagem é feita de forma fragmentada e só agora com essa iniciativa de se construir um plano diretor de drenagem, os técnicos e órgãos parceiros poderão planejar medidas estruturais e medidas não estruturais, mas preventivas.

“O primeiro passo é o conhecimento de toda a região e identificação dos problemas. Em seguida, será determinado que órgãos serão parceiros, já que água, esgoto e drenagem devem estar juntas nesse processo. A Prefeitura pode, também, criar um órgão gestor ou contratar o serviço de uma agência que ganhe a concessão de gerir. Tudo isso estará dentro do Plano de Drenagem”, relatou Tucci.

Planejamento Urbano – O diagnóstico que será elaborado pelo consultor Carlos Tucci simboliza a primeira ação para colocar a cidade de João Pessoa entre um número ainda reduzido de municípios brasileiros que dispõem de um Plano Diretor de Drenagem Urbana.

Um plano da drenagem urbana sustentável tem similaridades com o ciclo hidrológico natural. As estratégias adotadas incorporam técnicas modernas da engenharia como a construção de estacionamentos permeáveis e de canais abertos com vegetação para atenuar as vazões de pico e reduzir a concentração de poluentes das águas pluviais nas áreas urbanas.