PMJP inicia entrega de 1.630 notebooks a educadores da rede

Por - em 39

Alcinda Alves dos Santos, professora da Escola Anísio Teixeira, foi a primeira dos 150 educadores da rede municipal de ensino que receberam, nesta segunda-feira (27), um computador portátil das mãos do prefeito Luciano Agra. A entrega aconteceu às 10h, no Ginásio de Esportes do Centro Administrativo Municipal (CAM), em Água Fria, e se estenderá ao longo das semanas – até que sejam distribuídos todos os 1.630 notebooks desta segunda etapa da Formação Continuada em Tecnologia, capacitação que faz parte do projeto Professor Plugado.
   
O objetivo da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio da Secretaria de Educação e Cultura (Sedec), é treinar os servidores da educação em novas tecnologias para a aplicação em sala de aula, no intuito de aumentar a qualidade do ensino público. Cada notebook tem bolsa própria e vem com o programa Linux-Educacional, do Ministério da Educação (MEC), além de duas ferramentas extras: a Biblioteca de Domínio Público e os conteúdos da TV Escola. Tem direito ao equipamento o professor concluinte desta etapa que tiver cumprido uma carga horária mínima de 75% da formação.

O valor investido pela PMJP, em recursos próprios do município, foi de R$ 3.145.900,00. “Este é um programa inteligente: além de darmos a ferramenta, ensinamos a forma certa de utilizá-la e municiamos os professores com conteúdo pedagógico de qualidade”, ressaltou Luciano Agra durante a solenidade de entrega. A secretária de Educação (Sedec), Ariane Sá, acrescentou que o treinamento continua em 2011. “Com esta entrega, 70% dos nossos professores terão sido beneficiados. Os que ainda faltam serão contemplados no final do próximo curso de capacitação”, disse ela. A ordem de entrega respeitará o critério do nome do funcionário, obedecendo a ordem alfabética.

Além de educadores, especialistas e gestores de cargo efetivo da rede municipal de ensino também recebem computadores. Na primeira etapa da Formação Continuada em Tecnologia, 139 notebooks foram entregues. “O foco do projeto, no entanto, não é a simples distribuição de computadores, mas a formação dos professores”, destacou o diretor de Tecnologia da Sedec, Fabrício Feitosa. Segundo ele, os computadores serão utilizados em atividades dentro e fora da sala de aula, como instrumento de consolidação dos conteúdos oferecidos no curso.

Proinfo – A capacitação do Professor Plugado é dividida em duas etapas. A primeira, Proinfo I, é um curso básico de Introdução à Educação Digital com 40 horas/ aula. O segundo é o Proinfo II, um curso avançado, cuja carga horária é de 100 horas/ aula. Ao término de cada módulo, os participantes recebem certificação expedida pelo MEC.
   
O Proinfo foi criado pela Portaria nº 522/MEC/1997, para promover o uso pedagógico de Tecnologias de Informática e Comunicações (TICs) na rede pública de ensino fundamental e médio. O MEC incentiva a utilização de softwares livres e produz conteúdos específicos, voltados para o uso didático-pedagógico, associados à distribuição Linux-Educacional, que acompanha os computadores do laboratório.