PMJP inicia nova etapa de pesquisa que mede fluxo de turistas na BR 101

Por - em 38

A Prefeitura de João Pessoa inicia, a partir desta terça (20), a quarta fase da primeira etapa da Pesquisa de Demanda de Fluxo Turístico na BR-101, que tem o objetivo de quantificar e qualificar o visitante que utiliza a rodovia como acesso para chegar a João Pessoa. A BR-101 interliga a Paraíba aos estados de Pernambuco e Rio Grande do Norte. A ação é de responsabilidade da Secretaria Executiva de Turismo.

Até o dia 26 deste mês os técnicos da Setur estarão distribuídos nos dois postos da Polícia Rodoviária Federal, e vão aplicar um questionário de 19 perguntas aos motoristas que estiverem chegando na capital. A pesquisa vem sendo realizada desde dezembro de 2006.

“A intenção é mensurar o fluxo de turistas que entra na Capital por meio da BR-101, caracterizando os tipos de visitantes. A pesquisa acontecerá em dois momentos: uma antes da duplicação da BR-101 e outro logo após o término da obra. Esse trabalho vem suprir a falta de dados que orientam órgãos do setor no processo de planejamento da atividade turística de João Pessoa, em relação à movimentação de visitantes pela BR-101”, explicou Elzário Junior, secretario de Turismo de João Pessoa.

Ainda segundo ele, de posse do resultado do levantamento, a Setur poderá dimensionar o fluxo de veículos que chegam a João Pessoa, através da via, antes e depois da obra de duplicação, que está sendo realizada pelo Governo Federal, como também saber a origem, o motivo da viagem, quanto tempo o visitante pretende permanecer na cidade, onde vai se hospedar, entre outras questões colocadas no questionário que traçará o perfil do visitante.

As informações serão colhidas por meio de um questionário de 19 perguntas sobre características sócio-culturais e comportamentais dos entrevistados. Já o estudo de fluxo verificará o número de veículos em circulação pela via e dará uma idéia do número turistas transitando pela BR-101 até João Pessoa.

A BR-101 é uma das principais entradas de acesso a João Pessoa para quem vem de estados como Pernambuco e Rio Grande do Norte. A rodovia passa por um processo de duplicação, que vai criar a chamada ‘BR Nordeste’, um projeto do Governo Federal que prevê o beneficiamento de 336 quilômetros de pavimento entre Natal (RN) e a cidade de Palmares (PE), beneficiando mais de cinco milhões de pessoas.

Com a mudança, o tráfego pela rodovia tende a dobrar, chegando a aproximadamente 60 mil veículos no trecho João Pessoa-Recife e 40 mil entre João Pessoa-Natal por dia. A duplicação da rodovia deverá promover a expansão econômica regional, com novas oportunidades de negócios e crescimento urbano, além de um maior desenvolvimento turístico intra-regional e nacional.