PMJP instala pluviômetros para monitorar chuvas

Por - em 22

A Defesa Civil Municipal está instalando pluviômetros em João Pessoa como forma de intensificar o monitoramento das chuvas nas áreas de risco. Os dois primeiros aparelhos, de um total de dez, foram colocados no bairro do Varadouro, próximo ao Terminal Rodoviário, e na divisa dos Bancários e Jardim Cidade Universitária.

“Esses aparelhos vão nos ajudar a monitorar e orientar a população dessas áreas, a partir do volume de chuva acumulado”, disse o engenheiro da Defesa Civil, Alberto Sabino, contando que os próximos pluviômetros serão instalados no Alto do Mateus e João Agripino.

 

O pluviômetro é um aparelho de meteorologia usado para recolher e medir a quantidade de líquidos ou sólidos (chuva, neve, granizo) durante um determinado tempo e local. A partir da quantidade de chuva recolhida é calculado o índice pluviométrico, que é medido em milímetros, e é a somatória da precipitação em um determinado local durante um período de tempo estabelecido.

 

Além da colocação dos pluviômetros, a Defesa Civil Municipal segue fazendo o acompanhamento in loco das 31 áreas de risco de João Pessoa, para evitar ocorrências nestes locais. O órgão atende chamadas de emergência através dos números 0800-285-9020 e (83) 3218-6146.

 

Em caso de emergência, a Defesa Civil está preparada para agir de forma organizada com o Plano de Contingência elaborado pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) em parceria de diversas Secretarias, que atuarão com pessoal e equipamentos.

Previsão do tempo – De acordo com o site da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa), nesta segunda-feira (11), a alta umidade presente na atmosfera e o deslocamento de nuvens do Oceano Atlântico em direção ao continente, mantêm o tempo nublado e ocorrência de chuvas esparsas sobre o setor leste do Estado, regiões do Agreste, Brejo e Litoral. Assim, a previsão é de predomínio de céu nublado e chuvas sobre todo o setor leste da Paraíba, particularmente sobre a faixa litorânea, onde se concentrarão as chuvas mais representativas.