PMJP intensifica ações para combater mosquito da dengue

Por - em 42

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) está intensificando as atividades de combate às larvas de dengue como medida preventiva à proliferação do mosquito transmissor durante o verão que se aproxima. Na manhã desta quinta-feira (23), os agentes ambientais iniciaram a aplicação do fumacê nas galerias pluviais do Bairro dos Estados.

No sábado (25), será a vez dos delegados do Orçamento Democrático (OD) participarem de uma qualificação no auditório do Centro Administrativo Municipal (CAM), durante todo o dia, a fim de se tornarem agentes multiplicadores do combate ao mosquito Aedes aegypti nas comunidades.

De janeiro a outubro deste ano, foram registrados 575 casos de dengue clássica na cidade de João Pessoa e apenas 3 casos com febre hemorrágica. No mesmo período, em 2007, foram 3.581 casos de dengue clássica, além de 52 casos de dengue hemorrágica.

De acordo com a diretora de Vigilância em Saúde, Júlia Vaz, o município está iniciando o Levantamento de Índice de Infestação Rápido do Aedes Aegypti (Lira), solicitado pelo Ministério da Saúde (MS) com o objetivo de apontar os riscos de proliferação da dengue no município. “O mesmo procedimento vem sendo realizado em todo o país, o que vai permitir um panorama nacional sobre a dengue”, explica Júlia Vaz.

Os agentes ambientais também iniciarão uma inspeção em todos os ginásios que serão utilizados nas Olimpíadas Estudantis Brasileiras, previstas para começarem no dia 6 de novembro, com delegações de 25 Estados, contabilizando 3.800 pessoas, entre atletas e dirigentes.

Dia de finados – Também com o objetivo de garantir a prevenção e o controle da dengue no município, a SMS começará na segunda-feira (28), as atividades de inspeção nos cemitérios da capital.

O trabalho dos agentes será dividido em duas etapas: a primeira parte consiste na preparação dos locais na semana que antecede o Dia de Finados e uma segunda etapa com a visita aos cemitérios após o feriado, com o objetivo de eliminar possíveis focos. A diretora de Vigilância à Saúde, Júlia Vaz, acredita que o conjunto de ações desencadeadas no município durante todo o ano é diretamente responsável pela significativa redução de casos de dengue em João Pessoa.