PMJP investe na qualidade e serviços de mercados públicos da Capital

Por - em 110

A primeira etapa da reforma do Mercado da Torre está adiantada e segue em ritmo acelerado. Segundo a Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), 34 boxes da obra (que vão abrigar serviços diversos) já estão concluídos, 70% da instalação da estrutura metálica está pronta e outros 45 boxes, localizados abaixo da cobertura, para o comércio de carnes, peixes, aves e frios, estão 50% finalizados.

“A previsão inicial é que, até setembro, essa primeira etapa seja finalizada e a segunda seja iniciada”, disse o engenheiro e fiscal da obra, Henrique Lopes, lembrando que todo o cronograma da obra foi pensado e está sendo executado em face das necessidades de relocação dos comerciantes, para que nenhum deles seja prejudicado em seu trabalho.

Na segunda etapa da obra, segundo Lopes, serão finalizados os 30% restantes da instalação da estrutura metálica, construídos mais 16 boxes abaixo da cobertura (para cereais), e um novo galpão, que terá 32 boxes para serviços diversos. Ainda na segunda etapa serão construídos banheiros, setor de administração e demais itens necessários para o conforto dos comerciantes e consumidores.  “Feito isso, na terceira etapa será construído o setor de alimentação e, fechando a obra, na quarta etapa construiremos o setor de verduras e a fachada”, contou.

Os trabalhos de reforma do Mercado da Torre estão sendo coordenados pela Seinfra e também pelas secretarias municipais de Planejamento (Seplan) e Desenvolvimento Urbano (Sedurb), com investimento estimado em R$ 6 milhões. Deve beneficiar 240 comerciantes.

Cruz das Armas – No Mercado de Cruz das Armas, que foi completamente reformado e requalificado pela PMJP, os comerciantes estão concluindo a instalação nos 152 boxes e se adaptando à nova estrutura do mercado.

Segundo o engenheiro da Seinfra Juraci Gomes Batista, fiscal da obra, nesta fase de ocupação estão sendo feitos pequenos acabamentos, que só são percebidos após a instalação. “Estamos retirando vazamentos das calhas do teto e fazendo ajustes nas portas de aço dos boxes, nos basculantes da administração e na drenagem do piso, para facilitar a lavagem do mercado”, disse.

A reforma do Mercado de Cruz das Armas, iniciada em 2010, era uma antiga reivindicação dos moradores do bairro. Com a ocorrência de chuvas intensas em 2011, os trabalhos acabaram se estendendo até o primeiro semestre deste ano.

O local recebeu investimentos da PMJP no valor de R$ 2,2 milhões, aplicados em um projeto de completa requalificação, com equipamentos que garantem mais higiene e acessibilidade, além de um auditório com capacidade para 50 pessoas. Duas baterias de banheiros também foram instaladas para atender os comerciantes e o público consumidor.