PMJP investe R$ 22,4 milhões na melhoria da rede de ensino

Por - em 42

O Governo Municipal está investindo em ações do ‘Programa João Pessoa Faz Escola’ R$ 22,4 milhões na construção, ampliação, reforma e recuperação de toda a rede escolar da Capital. A previsão do secretário João Azevêdo, da Secretaria de Infra-Estrutura (Seinfra), é que em março, no início do ano letivo de 2009, o prefeito Ricardo Coutinho (PSB) entregue à população quatro novas escolas e mais 20 unidades ampliadas e reformadas. As demais 80 escolas da rede também foram incluídas nesse processo de renovação e igualmente estarão de caras novas quando o ano escolar começar.

As quatro novas escolas irão beneficiar os estudantes dos bairros Cristo Redentor (Comunidade Boa Esperança); Mangabeira (Cidade Verde); Ipês e Geisel (Comunidade João Paulo II). O investimento total será de aproximadamente R$ 6,6 milhões. As obras seguem o padrão adotado nas demais unidades construídas pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP). O espaço possui dois pavimentos (térreo e 1º andar), dez salas de aula, laboratórios de informática e ciências, biblioteca e tem capacidade para 700 alunos. A área construída também é a mesma: 2.244,45 metros quadrados e essas quatro escolas contarão com ginásios de esporte cobertos.

Segundo o secretário, as obras seguem um mesmo ritmo na sua construção. Em todas as unidades já foram levantados os dois pavimentos. A construção dos ginásios segue em ritmo acelerado e a perspectiva é que a unidade construída no Cidade Verde (Mangabeira) seja concluída primeiro, já que o prédio está em fase de acabamento, com colocação de piso, reboco e parte elétrica.

Reforma e ampliação – No próximo ano letivo, os alunos e funcionários do setor educacional vão se deparar com uma realidade bem diferente com a reforma, ampliação e recuperação de toda rede escolar municipal. Vêm sendo ampliadas ou reformadas salas de aula, refeitórios, almoxarifado, bibliotecas, secretarias, diretorias, área de recreação, cozinhas, despensas e banheiros, além da parte de pintura, retelhamento, piso e instalações elétrica e hidráulica.

Além dos ginásios nas quatro novas escolas, estão sendo construídos outros 10 nas escolas em processo de ampliação. “Os ginásios poliesportivos são de qualidade, com muito espaço, cobertos, com banheiros, iluminação adequada e equipamentos para o desenvolvimento pleno de várias modalidades esportivas”, afirmou João Azevêdo.
Confira, a seguir, a relação de escolas que vêm sendo reformadas/ampliadas e aquelas que a PMJP constrói, nos diferentes bairros da Capital.

Reforma/ampliação (20 escolas)

Cristo Redentor: Escolas Agostinho Fonseca, Américo Falcão, Luiz Mendes Pontes (ginásio), Euclides da Cunha e Bartolomeu Gusmão.
José Américo: Escola Carlos Neves Franca.
Rangel: Escola Leônidas Santiago.
Novais: Escolas João Santa Cruz e Zulmira de Novais.
Mangabeira: Escola Índio Piragibe (ginásio).
Mangabeira IV: Escola Luiz Vaz de Camões (ginásio).
Bancários: Escola Olívio Ribeiro Campos (ginásio).
Altiplano: Escola Anita Trigueiro do Vale (ginásio)
Ilha do Bispo: Escolas Frutuoso Barbosa e José Peregrino de Carvalho.
Paratibe: Escola Antonia do Socorro Machado (Ginásio).
Gramame: Escola Antenor Navarro.
Distrito Industrial: Escola Damásio Franca (ginásio).
Miramar: Leonel Brizola (ginásio).
Bairro das Indústrias: Anaíde Beiriz (ginásio).

Escolas novas (4)

Uma em cada bairro – Ipês, João Paulo II (Geisel), Comunidade Boa Esperança (Cristo) e Cidade Verde (Mangabeira) – todas com ginásios.