PMJP lança 5ª edição do livro ‘Varadouro’ do poeta Políbio Alves

Por - em 71

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) lança nessa terça-feira (6) a 5ª edição do livro “Varadouro”, do escritor e poeta paraibano Políbio Alves. O lançamento será no Salão Panorâmico da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, às 16h.

A edição conta com uma nova diagramação na capa que mostra um pouco dos personagens do bairro Varadouro, da religiosidade e arquitetura, dialogando com as poesias de Políbio. O livro traz também texto de apresentação do prefeito Luciano Agra em homenagem a Políbio Alves e outro da secretária de Educação e Cultura, Ariane Sá, em relação ao poeta e ao Ano Cultural. Políbio é homenageado pela PMJP, através da Secretaria de Educação e Cultura (Sedec), na 5ª edição do Projeto Ano Cultural.

Políbio Alves – Nascido em João Pessoa em 1941, Políbio Alves é poeta e contista, graduado em Ciências Administrativas. Tem quatro livros publicados (“O Que Resta dos Mortos”, “Varadouro”, “Exercício Lúdico – Invenções de Armadilhas” e “Passagem Branca”), além de trabalhos em antologias e periódicos nacionais e internacionais. Detém prêmios literários no Brasil e no exterior.

Em 2001, Políbio Alves recebeu a Medalha “Poeta Augusto do Anjos”, da Assembleia Legislativa da Paraíba e, em 2002, a comenda Cidade de João Pessoa, da Câmara Municipal da capital paraibana. Este ano ele foi homenageado pela Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) com uma placa em bronze do poema épico ‘Varadouro’, na Praça Antenor Navarro, no Centro Histórico.

Varadouro – O trabalho escolhido para dar suporte ao Ano Cultural foi a obra “Varadouro”, já discutida em sala de aula pelos estudantes da rede municipal de ensino. Na obra, o autor convida o leitor para participar de uma viagem lírica sobre o Rio Sanhauá, narrando acontecimentos históricos, épicos do passado e presente. Os fatos narrados pelo autor remetem à conquista e ocupação do Estado da Paraíba. Em “Varadouro”, Políbio Alves narra a história vivida por personagens que se cruzam e percorrem os mais distintos contextos. O livro integra o acervo literário das escolas municipais e será referência para todas as ações do Ano Cultural.