PMJP lança Plano de Arborização para 2012 nesta terça-feira

Por - em 60

O Plano de Arborização para o ano de 2012, elaborado pela Divisão de Estudos e Pesquisas da Secretaria de Meio Ambiente (Semam), será apresentado nesta terça-feira (14), às 9h, na Oca, espaço para Educação Ambiental do Parque Zoobotânico Arruda Câmara, a Bica. As áreas que serão arborizadas foram sugeridas pelos técnicos da Semam, considerando a demanda da população e a necessidade de arborizar alguns locais específicos.

Arborização urbana planejada é essencial à qualidade de vida em uma cidade como João Pessoa. O planejamento da arborização deve considerar os valores culturais, ambientais e ainda a memória da cidade. Ambientes arborizados tem ruas com sombra, com temperatura mais amena. As árvores também funcionam como abrigo para os pássaros, contribuem para a diversidade biológica, diminuição da poluição, permeabilidade do solo e ainda embelezam a paisagem, contribuindo para a melhoria das condições urbanísticas.

Para o planejamento da arborização urbana de João Pessoa, foram observados critérios como áreas públicas, parques, praças e ruas de uso da população, zonas comerciais e residenciais com baixo índice de arborização, novos loteamentos, praças e avenidas e áreas prioritárias para conexão de fragmentos e formação de corredores ecológicos.

O planejamento para 2012 ficou assim definido:

– Arborização escolar e unidades de saúde:

Escolas públicas, Creis e PSF’s municipais, totalizando 133 escolas e Creis e 127 PSF’s

– Reposição arbórea em praças

– Zonas residenciais:

Cidade Verde, Bairro das Indústrias, Cidade Verde Mangabeira, Bairro dos Estados, Manaíra, Tambaú, Cabo Branco, Mangabeira VII e José Américo

– Zonas comerciais:

Avenida Epitácio Pessoa e Centro

– Corredores ecológicos:

Engenho Triunfo, em Mumbaba

– Plantio em Áreas de Preservação Permanente, Áreas Degradadas e Áreas Verdes:

Parque Natural Municipal do Cuiá, girador da UFPB, Parque Temático Augusto dos Anjos, Bosque das Águas, Parque Parayba e áreas de mata ciliar e nascente do rio Cabelo

Em zonas residenciais, a meta é arborizar 285 ruas em oito bairros. O trabalho abrangerá as principais avenidas, canteiros centrais e calçadas dos bairros. A meta é atingir o número mínimo de 10 mudas plantadas por rua, totalizando 2.850 mudas nesta primeira etapa do trabalho.

Entre as principais vias a serem arborizadas estão a Avenida das Indústrias, Rua da Ação, Rua Floresta, Avenida Cidade de Cajazeiras e Rua Cidade Monte Horebe no Bairro das Indústrias; e Rua João Câncio da Silva, Av. Monteiro da França, Av. Esperança, Av. João Franca e Av. Ingá, em Manaíra.

Poda Programada – Elaborada pela Semam e Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb), a Poda Programada integra o Plano de Arborização. Para este projeto, foram planejados serviços de manutenção e também emergenciais, que poderão ser solicitados pela população pelo telefone 3218-9183, da Divisão de Paisagismo/Sedurb.

As podas preventivas serão feitas em cinco mil árvores, avaliadas pelos engenheiros agrônomos e técnicos da Prefeitura. São árvores localizadas em 780 ruas dos 65 bairros de João Pessoa e que precisam da poda para evitar que a queda de galhos provoque acidentes.

Planejamento – Na primeira semana de cada mês, os serviços de podas serão realizados nos bairros do Centro, Roger, Tambiá, Jardim 13 de Maio, Bairro dos Estados, Bairro dos Ipês, Mandacaru, Pedro Gondim, Expedicionários, Torre e Tambauzinho.

Na segunda semana de cada mês, serão no Bessa, Jardim Oceania, Aeroclube, Manaíra, Bairro São José, João Agripino, Tambaú, Cabo Branco, Altiplano, Penha e Seixas.

Na terceira semana, no Castelo Branco, Bancários, Jardim São Paulo, Anatólia, Jardim Cidade Universitária, Água Fria, Cidade dos Colibris, José Américo, Portal do Sol, Costa do Sol, Valentina e Mangabeira.

E na quarta semana de cada mês, serão atendidos os bairros de Jaguaribe, Cruz das Armas, Cristo, Geisel, Varjão, Oitizeiro, Ilha do Bispo, Alto do Mateus, Jardim Veneza, Ernani Satyro, Grotão, Funcionários, Distrito Industrial, Bairro das Industrias, Esplanada e Costa e Silva.

Os galhos podados estão sendo triturados e transformados em composto orgânico para utilização nos plantios do Programa João Pessoa Verde para o Mundo, nos projetos paisagísticos das praças.

Durante a Poda Programada, os profissionais da Prefeitura utilizarão equipamento de ultrassom em 300 árvores localizadas nas principais avenidas e corredores de João Pessoa.