PMJP lança segunda edição do programa Projovem Trabalhador

Por - em 33

A Prefeitura Municipal de João Pessoa dará início no mês de março à segunda edição do programa Projovem Trabalhador – Juventude Cidadã. Desta vez, a PMJP será responsável pela qualificação de 6 mil jovens. O programa terá investimentos de R$ 11,5 milhões, em uma parceria entre Governo Federal e Municipal. O prefeito Luciano Agra reuniu-se nesta sexta-feira (25) com a equipe que irá coordenar o projeto neste ano e ressaltou o papel decisivo do município na formação e encaminhamento ao mercado de trabalho de um maior número de jovens.

“Precisamos de uma equipe como esta, de pessoas experientes, ousadas, uma equipe eclética para que possamos alcançar nossas metas de governo. A prefeitura de João Pessoa pretende, nesses próximos dois anos, prioritariamente, revigorar todos os programas e ações de inclusão, principalmente os que dizem respeito ao emprego e renda”, reforçou Luciano Agra.

O Projovem Trabalhador está vinculado em nível municipal à Secretaria de Desenvolvimento Sustentável da Produção (Sedesp) e propõe a qualificação de jovens com idade de 18 a 29 anos. “Somos considerados pelo Governo Federal como um dos melhores gestores do programa em todo o Brasil. O único que após a formação desses jovens abre a oportunidade de que eles possam fazer um empréstimo e obterem seus próprios negócios”, destacou o secretário da pasta, Raimundo Nunes.

Na primeira edição do Projovem Trabalhador – Juventude Cidadã em João Pessoa foram qualificados cerca de 4 mil jovens, com mais de mil deles ingressando no mercado de trabalho. “Para este ano, iremos garantir empréstimos para 600 e outra boa parte desses jovens deverá ser encaminhada pelo Sine de João Pessoa”, completou.

Inscrições – Para participar do programa os novos candidatos poderão se inscrever entre os dias 10 e 31 de março, no Espaço Cultural, no horário de 8h30 às 17h. O lançamento oficial do programa no município deverá acontecer no dia 29 de abril, com a presença do ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi. A aula inaugural está marcada para o dia 09 de maio e a formação terá duração de seis meses.

“Temos que nos preparar para responder às expectativas desses jovens, do próprio Ministério do Trabalho, e também das nossas metas de trabalho”, frisou ainda o prefeito Luciano Agra.