PMJP oferece atendimento especializado a idosos através do Caisi

Por - em 266

João Pessoa tem 74.644 pessoas com idade acima de 60 anos, o que representa 10,2% do número de habitantes do município (731.798), segundo o Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Para cuidar da saúde dessa parcela da população, a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) conta com o Centro de Atenção Integral à Saúde do Idoso (Caisi), da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), que oferece atendimento ambulatorial especializado, aliado a espaços de convivência.

Diariamente, o Caisi atende entre 80 e 100 idosos, de todos os bairros da Capital, em 16 especialidades médicas. “O Caisi oferece consultas com especialistas como angiologista, cardiologista e ginecologista. Estamos na rede de atenção especializada e o fluxo é via Saúde da Família”, explicou a diretora geral do Centro, Norma Sueli Dias de Queiroz.

Para ser atendido no Caisi, que é uma unidade de média complexidade, o idoso deve procurar a Unidade de Saúde da Família (USF) mais próxima de sua casa. Lá, ele vai ter atendimento com a equipe médica, que, se detectada a necessidade, faz o encaminhamento. Com a consulta marcada pela USF, o paciente vai ao Caisi no dia agendado.  “Aqui o médico vai solicitar os exames complementares. Após a realização dos exames, o retorno é marcado aqui mesmo. Depois de controlada a necessidade que motivou a vinda do usuário ao Caisi, ele retorna para a USF para ser acompanhado pela equipe de lá”, disse Norma Sueli.

Entre as especialidades médicas disponíveis no Caisi, a endocrinologia, que trata de diabetes, reumatologista, cardiologia e angiologia estão entre as mais procuradas. Para o tratamento do diabetes, o acompanhamento do nutricionista é fundamental. “Aqui quase que 90% são pacientes são diabéticos”, afirmou a nutricionista Redjane Araújo de Almeida.

Segundo Redjane Araújo, o básico a boa alimentação do idoso é inserir na dieta “frutas, verduras, leite e derivados e fazer uma alimentação que contenha alimento integral”.

Grupos – Além do atendimento ambulatorial, o Centro mantém grupos, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) e Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope), que promovem o envelhecimento saudável e também trabalham com a prevenção. São três grupos de Memória, dois de Convivência (parceria Sedes), dois de Escola de Postura, um de Educação Física (parceria Sedes), um grupo de Flauta e Dança (parceria coma Funjope).

Segundo Norma Sueli, o encaminhamento para os grupos só é feito quando é detectada a necessidade, após o atendimento ambulatorial e a realização dos exames clínicos. “Se por acaso na geriatria for detectado o início de Alzheimer em um paciente, por exemplo, ele é encaminhado para os grupos de memória. Vamos vendo as situações e encaminhando”, explificou Norma Sueli, ressaltando que as atividades desenvolvidas nos grupos “são para manter a integralidade do idoso”.

Exemplos – A dona de casa Ivanilda Lima começou o tratamento no Caisi após a morte do marido. “Quando eu vim pra cá, eu estava muito doente porque meu esposo tinha falecido. Eu fiquei que um jeito que eu me perdia pela rua, pegava ônibus errado, assimilava o que as pessoas falavam comigo, mas não ouvia. Comecei me tratando com a fonoaudióloga, que me encaminhou e fiz exames. A partir daí fui encaminhada para o Grupo da Memória. Trabalhando com memória tive estimulação na mente e a memória foi voltando. Depois fiz avaliação com o cardiologista e entrei no Grupo de Convivência, tive mais melhoras. Na sequência entrei para o grupo de flauta doce, para estimular mais memória e já faz dois anos que faço flauta doce”, contou.

Escola de Postura – Um dos grupos mantidos pelo Caisi e que tem grande procura é a Escola de Postura. As aulas acontecem nas segundas-feiras pela manhã e nas terças-feiras à tarde. No período da manhã, as atividades são de manutenção e o carro-chefe é a prevenção. A aula começa sempre com a aferição da pressão arterial.

“Aqui orientamos o idoso na atividade física diária e instrumental. São atividades básicas que eles incorporam no dia-a-dia, como levantar e evitar queda. Trabalhamos equilíbrio, socialização, sistema corporal e lateralidade. Eles aprendem exercícios que eles podem fazer em casa”, revelou a fisioterapeuta Tatjana Teresa de Lima Miranda.

“Depois que comecei a fazer as aulas de postura melhorei muito, pois aprendi como me comportar em casa para não cair e assim melhorei minha qualidade de vida”, contou a dona de casa Maria da Luz Batista de Oliveira, 70 anos, que é moradora do Ernani Sátyro, e sofre de artrose e artrite. Ela está na Escola de Postura há três anos.

Ainda como forma de prevenção, na Escola de Postura é trabalhado o tema ambiente seguro. “Ambiente seguro é uma coisa primordial na casa do idoso. Orientamos evitar tapetes, móveis com quina, sempre ter uma luz indireta para quando o idoso acordar à noite e ter cuidado ao ir ao banheiro”, afirmou Tatjana Miranda. Lembrando que geralmente os idosos são encaminhados para as aulas com dores nas articulações e estresse.

 

“Eles têm dores nas articulações, na região da coluna vertebral, membros inferiores. Eles vêm muito estressados, tristes. Aqui na Escola de Postura fazemos também a socialização, que é super importante”, relatou.

“Antes eu não caminhava, não andava direito e não conseguia fazer as obrigações de casa. Agora eu consigo fazer tudo, sou outra”, disse a dona de casa Ivone Silvestre da Silva, 67 anos, moradora do Castelo Branco III, que participa há sete meses da Escola de Postura e que também integra os grupos de Convivência, Memória e Flauta há três anos.

Grupos oferecidos no Caisi

Escola de Posturas

Dança

Flauta

Atividade Física

Convivência

Estimulação da Memória

Apoio aos Cuidadores

 

Especialidades oferecidas no Caisi

Angiologia

Atenção Farmacêutica

Cardiologia

Endocrinologia

Enfermagem

Fisioterapia

Gastroenterologia

Geriatria

Ginecologia

Nefrologia

Nutrição

Odontologia

Psicologia

Reumatologia

Serviço Social

Fonoaudiologia

 

 

Confira dicas básicas de postura*

* Procure sempre orientação de um profissional

* Evite o sedentarismo

 

Para varrer a casa

– Para utilizar vassouras, faça o uso de cabos longos, mantendo a coluna ereta.

 

Para cortar unhas, amarrar sapatos ou secar os pés

– Sente-se em uma cadeira, coloque um dos pés sobre um apoio ou caixa e mantenha o alinhamento adequado das costas, enquanto se inclina a frente em direção às coxas.

 

Para levantar da cama

– Ao acordar, vire-se de lado e apóie o peso de seu corpo no antebraço para se levantar. Passe as penas para fora da cama e apóie os pés no chão. Levante-se dando um impulso para frente e para cima.

 

Para sentar

– Ao sentar-se, mantenha os pés apoiados no chão, às pernas formando um ângulo de 90 graus. Se estiver fazendo leitura, procure elevar o livro, deixando a sua coluna reta. Pose ser colocado uma almofada ou travesseiro nas costas para maior conforto e para proporcionar a postura adequada.

 

Confira dicas básicas alimentação

 

– Procure sempre orientação de um profissional antes de iniciar qualquer dieta;

-Evite gordura e frituras;

-Evite doces em excesso;

– Faça seis refeições diárias

– Consuma:

Frutas

Verduras

Leite e derivados

Azeite extra virgem

Castanha do Pará (uma por dia)

Linhaça dourada

Aveia integral