PMJP promove confraternização para usuárias do Centro de Referência

Por - em 27

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), através do Centro de Referência da Mulher Ednalva Bezerra, serviço de atendimento às mulheres em situação de violência, da Secretaria Extraordinária de Políticas Públicas para as Mulheres realizou na tarde desta sexta-feira (02), a confraternização de final de ano com as usuárias. A atividade aconteceu na sede do serviço, situado na Rua Afonso Campos, 191 – Centro.

A equipe multiprofissional preparou várias surpresas e ainda houve troca de presentes entre a equipe e usuárias, música, coquetel e muita animação. Uma das usuárias do serviço disse que há três anos vem sendo acompanhada pelo Centro e que chegou ao serviço em um momento muito triste de sua vida. “Cheguei aqui neste serviço em um estado de sofrimento muito grande. Mas agora sou outra pessoa. Conquistei muitas coisas, inclusive a minha autonomia financeira, pois passei a integrar o grupo de artesãs da Prefeitura e recentemente fui contemplada com a minha casa que tanto sonhei”, disse a usuária.

Recentemente 50 usuárias do Centro de Referência foram contempladas com a política de habitação da Prefeitura. “São mulheres que dentro dos pré-requisitos estabelecidos pela política de habitação do município tiveram o direito de receber as recentes casas entregues pela gestão”, afirmou a Secretária de Políticas Públicas para as Mulheres, Nézia Gomes.

A mesma superação veio de outra usuária que disse ter chegado ao Centro muito abatida. “Fui acolhida pela equipe técnica do serviço e hoje estou trabalhando a superação do que vivi. Aqui no Centro de Referência sou bem tratada e já consegui conquistar o respeito dentro da minha própria casa”, comentou.

Para a Coordenadora do Centro, Joyce Borges, preparar momentos como este de confraternização é muito gratificante para toda a equipe. “Esse também é um momento de recomeço de histórias de todas as mulheres que passam por este serviço. Que todas as mulheres possam sempre acreditar que viver a vida sem violência é um direito de todas elas”, disse Joyce Borges.

Superar o ciclo de violência vivido e iniciar uma outra fase da vida é o que muitas mulheres desejam ao buscarem o Centro de Referência. “Tenho certeza que o dia de hoje será marcante na vida de muitas que aqui estão. Estamos encerrando um ano e este também é um momento de recomeçar uma nova vida, e estas mulheres já deram os primeiros passos da superação”, disse a Secretária de Políticas Públicas para as Mulheres, Nézia Gomes.

A confraternização também contou com a presença de representantes de entidades não governamentais, ligadas às lutas dos direitos humanos das mulheres e convidados.

O Centro de Referência da Mulher Ednalva Bezerra disponibiliza atendimento com uma equipe multiprofissional composta por psicólogas, advogada, assistentes sociais e arte educadoras, e funciona de segunda a sexta-feira, das 07 às 19 horas.