PMJP promove Dia Municipal de Mobilização Contra a Dengue

Por - em 23

Cerca de 80 profissionais da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) vão participar, neste sábado (31), do Dia Municipal de Mobilização Contra a Dengue. A ação, que terá início às 8h e se estenderá até as 12h, é uma iniciativa da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) e abrangerá os cinco distritos sanitários da Capital em pontos estratégicos, trabalhando com a população as informações sobre prevenção.

Talita Tavares, diretora de Vigilância à Saúde da SMS, destacou que o município de João Pessoa está com um quantitativo de notificações inferior a 2011. “Ano passado tivemos, nesta mesma época, cerca de 700 notificações de suspeita de dengue e este ano temos aproximadamente 300. Temos que continuar fazendo ações para que os números de casos da dengue não cresçam”.

A diretora ressaltou que o cuidado com o acúmulo de água parada deve ser constante, uma rotina na vida de cada cidadão. “Só assim podemos juntos controlar essa doença. O município trabalha hoje com a multiplicação das informações de prevenção e já realizamos qualificação para toda a rede assistencial e de trabalho de campo dos agentes ambientais”, complementou.

Segundo Talita, durante a ação a população receberá orientações de como determinar uma rotina para evitar o aumento de casos dengue. Dentre as recomendações estão a de não deixar água parada em pneus fora de uso, não deixar água acumulada sobre a laje e calhas de sua residência e remover folhas, galhos ou qualquer material que impeça a circulação da água. Os profissionais de saúde participantes do evento também destacarão que a vasilha que fica abaixo dos vasos de plantas não pode ter água parada e estes recipientes devem sempre estar secos ou cobertos com areia.

As ações se concentram no Distrito Sanitário I, em frente ao supermercado Bem Mais, na Avenida Cruz das Armas (próximo à feira de Oitizeiro); no DS II, no CAC do Rangel, situado na Rua 02 de Fevereiro; no DS III, em frente ao Mercado de Mangabeira (próximo ao principal sinal de trânsito); no DS IV, na Lagoa do Parque Solon de Lucena, e no DS V, no sinal da Rua Tito Silva com a Avenida Epitácio Pessoa.

Orientações – Talita Tavares reforçou que outras orientações importantes para o combate à dengue são que as caixas de água devem ser limpas constantemente e mantidas sempre fechadas e bem vedadas, como também os poços artesianos ou qualquer outro tipo de reservatório de água.

As vasilhas que servem para animais (gatos, cachorros) não devem ficar mais do que um dia com a água sem trocar e as piscinas devem ter tratamento de água com cloro (sempre na quantidade recomendada). Piscinas não utilizadas devem ser desativadas e permanecer sempre secas.

A diretora explicou que garrafas ou outros recipientes semelhantes (latas, vasilhas, copos) devem ser armazenados em locais cobertos e sempre de cabeça para baixo. Se não forem usados devem ser embrulhados em sacos e descartados no lixo (fechado).

“Não se deve descartar lixo em terrenos baldios e teremos de manter a lata de lixo sempre bem fechada. Outra lembrança é que as bromélias costumam acumular água entre suas folhas. Para evitar a reprodução do mosquito, o ideal é regar esta planta com uma mistura de 1 litro de água e uma colher de água sanitária”, declarou Talita. O contato para a Vigilância Ambiental do Município é 3214-5718.